A história do Jogo das Estrelas, maior evento beneficente do Brasil

 O Jogo das Estrelas é com certeza o maior evento beneficente do futebol brasileiro e inserido no calendário nacional esportivo. Zico e mais uma constelação de craques nacionais e internacionais se reúnem em prol de uma boa ação anualmente. Tradicional, o Jogo das Estrelas tem 12 anos de realização e poucos conhecem essa história.

Em 2004, incentivado por seu filho, Junior Coimbra que participa até hoje da organização dos jogos, Zico realizava no CFZ (Centro de Futebo Zico), o primeiro Jogo das Estrelas, ainda com a alcunha de “Pelada” e “Amigos de Zico”. A entrada foi 1 kg de alimento e com um público de 2 mil pessoas, Zico conseguiu arrecadar 850 kg destinados a instituições de caridades.

Em 2005, o evento começou a ganhar a forma que tem até hoje. Para um público de 3.300 pessoas no CFZ, com direito a Maradona, Zico conseguiu arrecadar três toneladas e meia de alimentos. O evento contou com o patrocínio da BR Distribuidora. No ano seguinte, o evento ocorreu pela última vez no CFZ. Para um público de 5.000 pessoas, Zico arrecadou nada menos que sete toneladas de alimentos, o que trouxe alguns “bons” problemas por conta da logistica para transporte dos alimentos e das reais necessidades das instituições de caridade que careciam de outras coisas. Por conta também do número maior a cada ano, o evento foi repensado para os anos seguintes. É quando surge a oportunidade de jogar no Maracanã. Em 2006 marca também o primeiro ano de patrocínio da Bradesco Seguros que já é master por 10 anos do Jogo das Estrelas.

Em 2007, o Jogo das Estrelas chega ao Maracanã. Quebrando paradigmas e mostrando-se consolidado, o Jogo das Estrelas foi o primeiro evento beneficente a chegar nos grandes estádios. Outra curiosidade é a cobrança de ingressos em moeda e não em alimentos, outro pioneirismo. Mais de 40 mil pessoas compareceram e o jogo foi transmitido para fora do pais pela Globo Internacional. Estrelas internacionais como Adriano, Deco, Nakata se juntam a Zico, Edmundo, Junior, Andrade e outros craques.

Em 2008 e 2009 o evento também foi no Maracanã. Em 2009 é especial para Zico. O Galinho teve naquele ano a inauguração da sua estátua no Maracanã. O Jogo das Estrelas foi o palco para a comemoração do hexacampeonato brasileiro do Flamengo. O evento contou com a participação de Adriano, Edmundo, Junior e Romário. Nessa edição, o evento contou com o recorde de público: Mais de 70 mil pessoas.

No ano de 2010, o Jogo das Estrelas foi no Engenhão por conta do inicio das obras do Maracanã para Copa do Mundo. O público desse ano foi de 23 mil pessoas.

Jogo das Estrelas em São Paulo

Em 2011 e 2012, o Jogo das Estrelas se mudou para São Paulo. O palco foi o Morumbi. Em 2011, o evento contou com Ronaldo, Neymar, Raí e teve um público de 35 mil pessoas. Em 2012, Zico recebe a companhia de craques como Conca, Ganso e Lucas.

O jogo no novo Maracanã

Em 2013, o jogo voltou a ser realizado no Maracanã. Completando 10 edições, o evento levou mais de 50 mil pessoas, um grande público para os novos padrões do Maracanã. A média de público foi mantida nos anos seguintes. Em 2014, 51 mil pessoas e homenagem aos jogadores estrangeiros que fizeram história no Brasil como Hugo de Leon, Rincon, Etcheverry, Aristizábal, Asprilla, Daryo Pereira, Ramirez… Em 2015, o foco beneficente do jogo foram as vitimas da tragédia em Mariana-MG. Ídolos como Ronaldo Angelim e Junior abrilhantaram a festa.

Jogo dos Artistas

Todo ano também ocorre na preliminar do Jogo das Estrelas, o Jogo dos Artistas. Reunindo grandes astros da TV e da música, diversos artistas ajudam a dar mais brilho a festa. Ano passado, o estreante Wesley Safadão roubou a cena com seus lances de efeitos e belos gols. Alguns dos artistas confirmados para esse ano além do Safadão são Diogo Nogueira, Felipe Simas, Alexandre Pires, Marcio Garcia, Caio Castro e outros.

Curiosidades (Retirado do site oficial)

  • A transmissão do jogo é feita com mais câmeras do que os jogos do Campeonato Brasileiro. Vários são os procedimentos, idéias, recursos técnicos que são testados no jogo para posterior aproveitamento na transmissão dos jogos oficiais do ano seguinte.
  • Em 2009 o evento também inovou no marketing. Pela primeira vez em eventos festivos no país foi utilizado um painel de led (light emitter diode) na linha lateral do gramado no lugar das tradicionais placas de publicidade.

Mais de 40 mil ingressos já foram vendidos para o jogo. Para garantir o seu: futebolcard.com/site/compra/index/eve_codigo/4619

Veja mais:

Twitter: @PoetaTulio

Blog Ser Flamengo no Twitter: @BlogSerFlamengo
Página do Blog Ser Flamengo no Facebook: Blog Ser Flamengo
Blog Ser Flamengo no Instagram: instagram.com/blogserflamengo
Blog Ser Flamengo no YouTube: youtube.com/blogserflamengo

Comentários

No Comments

Leave a Comment