A verdade sobre a Copa União 1987 – Parte 2

Arte de Bruno Nin

A verdade sobre a Copa União 1987 – A campanha completa, time desacreditado, problema nos bastidores, superação de Zico, arrancada histórica… Saiba como foi a campanha do tetracampeonato brasileiro do Flamengo.
O Campeonato ocorria mesmo com todo imbróglio em torno dele. O Atlético-MG era o grande favorito. O Flamengo mesmo com uma grande equipe não despontava para o título: Zé Carlos, Jorginho, Leandro, Edinho e Leonardo; Andrade, Ailton e Zico; Renato Gaúcho, Bebeto e Zinho. O Técnico que iniciou no comando foi Antônio Lopes. Essa equipe que tinha quatro jogadores que seriam tetracampeão mundial com a Seleção Brasileira em 1994 era tida como comum. Ainda na reserva da equipe, o Flamengo contava com um jogador que seria titular na Copa dos EUA em 1994, tratava-se do zagueiro Aldair.
O inicio da campanha não foi animador. Estreando na competição em casa, o Flamengo perde por 2 x 0 para o São Paulo. Resultado que fez com que Antônio Lopes fosse demitido. Em seu lugar o Flamengo trouxe Carlinhos. Na segunda rodada veio o clássico contra o Vasco. Contando com a volta dos veteranos Leandro e Edinho, o Flamengo venceu por 2 x 1 com gols de Bebeto e Zico. O Flamengo ficou três rodadas sem vencer ao empatar em 0 x 0 com o Santos no Pacaembu, perder para o Internacional por 2 x 0 no Beira Rio e para o Fluminense por 1 x 0 no Maracanã. O Flamengo só voltou a vencer na rodada seguinte e de virada ao bater o Coritiba por 3 x 1. Os gols do Flamengo foram de Vagner (Contra) e do atacante Kita que marcou duas vezes. Até o fim do primeiro turno, o Flamengo não venceu mais. Empatou no Serra Dourada com o Goiás em 1 x 1 e 0 x 0 com o Cruzeiro no Maracanã.
No primeiro turno da Copa União, o Flamengo ficou em sexto lugar com duas vitórias, três empates e três derrotas. Marcou seis gols e levou oito.
O esforço de Zico
Vale ressaltar ainda o grande esforço de Zico para jogar aquela Copa União. Ainda sem estar 100% recuperado da maldosa entrada que sofreu do zagueiro Marcio Nunes do Bangu em 1985, Zico fazia uma maratona para poder jogar. No primeiro turno, Zico jogou somente quatro partidas que foram as quatro primeiras rodadas contra São Paulo, Vasco, Santos e Internacional. Coincidência ou não, Zico voltou somente na quarta rodada do segundo turno no jogo contra o Palmeiras para não mais sair da equipe até a conquista do título. Para ver o vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=yfXs0uqcgMc
O Flamengo estreou no returno contra o Botafogo num Maracanã lotado por 73.461 presentes. O Flamengo vence com gol de Jorginho de cabeça após escanteio cobrado por Bebeto. Na rodada seguinte, empate contra o Grêmio em 1 x 1 no Maracanã. O gol do Flamengo foi marcado por Andrade. Pela terceira rodada, o adversário foi o bicho papão Atlético-MG que nos venceu no Mineirão por 1 x 0. Essa foi à última derrota do Flamengo na competição. 
A importância de Renato e a humildade de Zico

Sem empolgar ainda na Copa União, o Flamengo vivia uma crise de bastidores e seu protagonista era Renato Gaúcho. Para alguns jogadores, Renato prendia a bola demais e estava exagerando no individualismo. Fora isso, havia o problema de seu posicionamento. Alguns jogadores achavam que Renato deveria voltar para ajudar na marcação acompanhando o lateral adversário. Renato dizia que não tinha condições de fazê-lo. Zico resolveu o impasse. Segundo o próprio Zico, houve uma reunião no vestiário a pedido de Carlinhos no qual cada companheiro dava a sua opinião sobre as atuações e posicionamento de Renato em campo. Zico interveio – Deixa o Renato lá na frente decidindo com o Bebeto que eu marco o lateral deles. – Para ver o vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=h_DRNO3b93g

A arrancada
Renato realmente começou a decidir. Contando com a volta de Zico, o Flamengo bateu o Palmeiras no Maracanã por 2 x 0. Gols de Renato e Ailton. Na Rodada seguinte, o Flamengo foi a Fonte Nova e venceu o Bahia também pelo placar de 2 x 0. Os gols foram marcados por Zinho e Bebeto. Na penúltima rodada, empate com o Corinthians no Pacaembu por 1 x 1. O gol do Flamengo foi marcado por Ailton. O último jogo do returno contra o Santa Cruz é histórico e inesquecível para milhares de Rubro-Negros. Zico acabou com esse jogo e além de grande atuação com direito a bicicleta na trave, marcou três gols sendo um após lançamento de Leonardo que chora emocionado após dar o passe que resultou no gol do seu ídolo. Os outros dois gols de Zico foram de bola parada. Um de pênalti e o outro foi numa falta emblemática próximo ao bico da área em que o goleiro é encoberto e nem se mexe. Zico coloca a bola no ângulo, mas de um jeito sensacional que a bola sobe e cai! Perfeito! Sensacional!
O Flamengo encerrou a segunda fase em segundo lugar obtendo uma belíssima campanha. Foram quatro vitórias, dois empates e uma derrota. Marcou dez gols e levou quatro.
A semifinal
Na semifinal o Flamengo recebeu o Atlético-MG no Maracanã no primeiro jogo. Com atuações estupendas de Zé Carlos e o gol decisivo de Bebeto. O Flamengo derrubava o único invicto do campeonato. Veio o segundo jogo com um Mineirão lotado. Numa jogada de Bebeto, o quase desfalque, Zico marca de cabeça. Bebeto marca o segundo. O time tem um apagão e o Atlético-MG consegue o empate com gols de Chiquinho e Sérgio Araújo. Quando o Atlético-MG ensaiava a virada, Renato arranca do meio, dribla o zagueiro e o goleiro do Atlético-MG para fazer história e levar o Flamengo definitivamente a final com o placar de 3 x 2.
A final
Os clubes com menos favoritismo chegaram à final: Flamengo e Internacional. O primeiro jogo foi em Porto Alegre, no estádio Beira Rio. Renato Gaúcho tem grande atuação e é o responsável pela jogada e passe para o gol de cabeça de Bebeto. Amarildo empata logo depois. Nesse jogo Bebeto quase marca um golaço de bicicleta após linda jogada de Renato Gaúcho. O jogo termina 1 x 1 e a decisão fica para o segundo jogo no Maracanã. O segundo jogo ocorreu num dia de forte chuva no Rio de Janeiro e mesmo assim o Maracanã estava completamente lotado. Aos dezesseis minutos numa bela trama dos jogadores do Flamengo na entrada da área, Ailton toca pra Zinho, que toca para Andrade que deixa Bebeto na cara do gol. O baiano empurra a bola para a rede e o Flamengo se sagra tetracampeão brasileiro. Esse foi o último título nacional de Zico e Leandro com a camisa do Flamengo. Porém, a partir daquele dia, iniciou no futebol brasileiro uma discussão que acontece até hoje.

O que não resta dúvidas é que o Flamengo foi o campeão no campo e jogando com as melhores equipes do Brasil. Justo!!!

Tulio Rodrigues

Fonte: Flápedia 1 e Flapédia 2 e o livro no “Campo e na moral” de Gustavo Guroman.
Acompanhe a nossa série:

Twitter: @PoetaTulio

Sigam-nos no Twitter: @BlogSerFlamengo

Curta a nossa Fanpage no Facebook: Blog Ser Flamengo

Comentários

No Comments

Leave a Comment