BAP responde torcedores do Flamengo

Amigos Rubro-Negros vamos iniciar o ano com as respostas do vice-presidente de marketing do Clube de Regatas do FLAMENGO, Luiz Eduardo Baptista o Bap, as perguntas feitas por torcedores, essa é a segunda rodada de perguntas. Foram 32 perguntas escolhidas em quase mil perguntas enviadas e vamos começar a postar aqui as respostas, esperando assim poder ajudar a esclarecer todas as dúvidas do torcedor Rubro-Negro. Muito obrigado a todos que participaram enviando a sua pergunta e ao Bap pela atenção e por estar sempre esclarecendo as dúvidas do torcedor Rubro-Negro, nas suas respostas.

Sandro Rilhó.
—-
Jomário Ribeiro Jr.
40 anos Publicitário // Profissional de Saúde
Sócio Patrimonial // Sócio Torcedor
Rio de Janeiro.
Pergunta sobre o FLA-GÁVEA:

BAP, primeiramente gostaria de parabenizá-lo, assim como nosso presidente EBM e todos os VP’s que compõem essa diretoria. Poderia listar aqui o que vocês conseguiram 12 meses que sequer outras gestões se esforçaram fora do campo nas últimas décadas. O nosso maior ídolo Zico escreveu em seu site no final de 2013 que essa era a “virada de mesa do Flamengo”, a virada da credibilidade, de um clube gerido com responsabilidade por pessoas competentes, com uma mentalidade moderna, corajosa e que ele acreditava. Bingo! Vesti a camisa! Com relação a minha pergunta, não vou entrar em questão utópica e centenária de estádio na Gávea ou até mesmo de uma possível Arena McFla sonho do Alexandre Wrobel, mas vou no que parece mais simples. A gestão EBM conseguiu realizar a reforma do estacionamento em parceria com a empresa Estapar, uma melhora absurda pra quem conhecia o estacionamento anterior, e mesmo assim levou pancada de todo lado, tem sido assim, é pancada de oportunistas opositores, Procon, prefeito sem palavra, mídia arco-íris e até de ex craques manipulados. Gostaria de saber, depois desse primeiro ano de gestão, choque de realidade, viradas e reviradas entendendo esse vespeiro que é a sede do Flamengo, como o MKT do clube pode se desvencilhar desses oportunistas e caminhar de fato engatilhando patrocínios/parcerias de forma que o plano diretor saia do papel, e seja executável em uma realidade em médio prazo, ainda que contra tudo e contra todos, considerando que é viável a construção na sede da Gávea de uma tríade (Museu + Loja Oficial + Restaurante) interligada de visitação turística que venha gerar receitas tornando o Fla-Gávea auto-sustentável? Dá para acertar a lua na cobertura da Gávea?

Saudações Rubro Negras! #ConteComigoMengao

BAP: Grande Jomário, obrigado pelo reconhecimento. Esta jornada no Flamengo tem sido muito recompensadora. Ajudar a construir um Flamengo melhor é combustível para a alma de todos nós do conselho gestor. Para desespero da “corja” que joga sempre contra, nós seguiremos em frente com eles, sem eles ou apesar deles. Eles serão dizimados pelo próprio veneno. O mundo já sabe quem eles são. Não conseguem mais se esconder. Estamos realizando agora uma pesquisa com os nossos sócios para definirmos o Plano Diretor do clube, para os próximos 10anos.Vamos definir o que queremos da nossa sede social,que com certeza,será cada dia melhor. Claro que podemos acertar a lua da Gávea!

Fábio Augusto (Fábio Teixeira)
Idade: 15
Sou sócio torcedor, plano Raça

Queria saber se o Marketing feito nos jogos e na internet foi suficiente para a marca de 1 milhão e 500 mil reais no projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro. Abraços.

BAP: Grande Fabio, ainda não sabemos exatamente quanto iremos arrecadar, mas desde já consideramos o projeto um grande sucesso. Agradecemos de coração aos que puderam ajudar. Foram emitidos mais de R$3 MM em boletos, e pagos efetivamente até o Natal quase metade, ou seja, este numero ainda pode crescer, vamos torcer!

Rafael Araujo Lisboa
16 anos
É Sócio Torcedor – Tijuca/RJ

O ingresso pra libertadores vai ser/continuar caro? Se sim, pretendem fazer alguma ação de marketing pra atrair os torcedores nesses jogos?

BAP: Caro Rafael, o preço dos ingressos obedece a uma lógica que considera o dia, hora, relevância de cada partida, além da situação do clube. Portanto, os nossos ingressos serão cada vez mais em função de nossa experiência. Sócios torcedores terão cada vez mais benefícios, prioridade e descontos, o que fará com certeza que, para estes, os ingressos sejam sempre muito mais baratos.

Elber Jordão
33 anos
Austrália

Queria saber se ano que vem o Clube pensa em algum projeto de Sócio Torcedor internacional, transmitindo todos os jogos em seu site

BAP: Caro Elber, Bom saber que na Austrália também temos rubro negros! Os direitos de transmissão de todo o futebol brasileiro são integralmente da TV Globo, não cabendo, portanto a transmissão pelo clube dos seus jogos via internet.

Andrezo Nacif
16 Anos
(Não sócio)

É possível saber quando teremos o sócio torcedor mais viável (barato)? Por que ficamos uma temporada toda sem patrocínio na manga da camisa?

BAP: Andrezo, com a evolução natural de nosso programa de ST’s,certamente teremos preços mais acessíveis mas com prioridades e descontos menores . Ficamos sem patrocinador na manga por uma série de circunstancias, dentre elas não termos chegado a um acordo com marca relevante, valores de nosso interesse e prazo (não faremos mais acordos de menos de R$20MM ou seja, se a manga custar 8, queremos no mínimo 3 anos). Além disto, a maioria das empresas com quem conversamos foram claras em reclamar que o ano estava difícil e que não queriam compromissos de longo prazo nos valores pedidos pelo Flamengo.

Fábio Montalvão (Fábio Barcellos)
43 anos
Icaraí, Niterói, RJ
CRN: 457810

Neste final de ano, estamos vendo os clubes perderem os poucos patrocínios que já tem!!! Esse imbróglio do Brasileirão pode dificultar a obtenção de patrocínio por parte do Flamengo?

BAP: Grande Fabio, desde o inicio de nossa gestão ancoramos os patrocínios a princípios muito claros de gestão, e temos entregado tudo aquilo a que nos propusemos. Não é à toa que temos acordos muito bons de longo prazo, com outros tantos possíveis de serem fechados em 2014. A nossa trajetória em 2013 apenas referendou ainda mais o que dissemos, porque entregamos o que foi combinado. Agora, clubes que buscam apenas o dinheiro do patrocinador sem medir as consequências de suas ações dentro e fora de campo, irão perder o acesso a este precioso recurso.

Cesar Porto
64 anos
Sócio torcedor AMOR+

Uma pergunta que tenho a fazer é a respeito do Tijolinho. Aquilo poderia ser uma grande fonte de arrecadação. Gostaria de saber quando é que nós que compramos o Tijolinho teremos a oportunidade de ir lá, tirar uma foto e voltar para nossas casas felizes.

Quanto ao futebol a minha pergunta é: O ELIAS tem chance de ir para o Corinthians por um preço menor do que estão pedindo ao Flamengo? Teríamos um valor que pudesse nos garantir um minimum price?

BAP: Realmente os tijolinhos estão em segundo plano pelo momento, mas você tem total razão a respeito. Muito obrigado pela lembrança, vou encaminhar a sugestão internamente. Eu mesmo comprei algumas dezenas deles. Em relação ao Elias, não acredito que ele vá para o Corinthians ou qualquer outro clube no mundo por menos do que nos propusemos a pagar, porque o problema do Sporting é dinheiro, então, quem pagar o que o clube quer e o que o jogador quer, leva. Temos um acordo assinado com o atleta, que já disse querer ficar.

Daniel Beltran Motta
33anos
Sócio Torcedor: Paixão+

Eu gostaria de sugerir que nos jogos da libertadores fora, monte-se telão no campo da Gávea e venda-se ingresso pra galera assistir na arquibancada

Como estão as receitas das vendas pelas lojas oficiais? Percentual de vendas e royalties? As lojas estão trabalhando na captação de ST?

Com a derrota no STJD, a adidas pretende reduzir o valor do patrocínio, seguindo a possibilidade prevista no contrato?

Quando iniciam as vendas do pacote da Libertadores?

BAP: Grande Daniel, Obrigado pelo apoio como ST! Este conceito do “fun fest” é comum na Champion’s League, em Copas do Mundo, pode e será explorado pelo Flamengo. Quando, vai depender de nossa musculatura e capacidade de realização. Mas vai ocorrer. As receitas do CRF tem crescido em ritmo acelerado, mas em 2014 o maior crescimento será sem sombra de duvidas os royalties relativos ao licenciamento de marcas e produtos do CRF. Sim, as lojas estão trabalhando de forma integrada para a conquista de novos ST’s. O contrato com a adidas não vai sofrer nada fruto da decisão do STJD. O conceito por trás de uma eventual redução de valores poderia ocorrer apenas em casos onde desempenho esportivo do Flamengo e visibilidade fossem afetados de forma conjunta e por um tempo prolongado. Como não aconteceu nem uma coisa nem outra, nada a ver o que anda sendo dito. Aliás, eu sugiro fortemente ao torcedor que se baseie sempre no site do clube quando quiser estar muito bem informado. Se não colocamos nada lá é porque não é fato. Devemos iniciar as vendas para a Libertadores no inicio de janeiro.

Luiz Antonio Viegas
Sócio torcedor
40 anos
Niterói

Qual a medida jurídica que o CRF vai tomar. Impetrar recurso no tribunal Arbitral internacional do esporte (ou da FIFA), ou Justiça Comum?

BAP: Luiz Antonio, Muito obrigado por ser um ST. Este programa será a carta de alforria do CRF. Já somos o terceiro em volume de associados, mas o maior em arrecadação. Tudo isto em apenas 8 meses. Essa é a nossa força. Juntos, seremos imbatíveis. Em 2014, o programa de ST’s irá se transformar no maior patrocinador do CRF, algo inigualável aqui no Brasil. Em relação ao julgamento no STJD, vamos avaliar com muita calma que passos devemos tomar pelo momento. Justiça comum não está em cogitação. Este assunto está na pauta da reunião do conselho gestor do dia 06/01.

Prezado BAP! Pedindo desculpas pelo tratamento informal e, congratulando-o pela iniciativa em ouvir os sócios, me apresento: Meu nome é Ricardo Destord filho de imigrantes europeus, nascido no Estado da Guanabara, mas por força do destino, atualmente residente em Brasília, arquiteto, sócio do clube por diversas vezes desde que meu pai, um francês apaixonado pelo Flamengo, o fez pela primeira em 07 de junho de 1959 na época com 5 meses de idade, atualmente e para sempre sou e serei sócio proprietário, além de sócio torcedor.

Acompanho jogos, ou melhor, exibições do Flamengo desde 1965 e inegavelmente os avanços e retrocessos que sazonalmente sempre acontecem em função das mudanças de estratégia das diretorias, esses frutos do processo eletivo, e da constante ameaça daqueles que ocupam as cadeiras querendo ser maior que a instituição ou tirarem grande proveito dela. Não posso mentir que devido ao fiasco da última administração, esperava isso também dessa atual. Porém, fui surpreendido com posturas firmes e profissionais identificando e perseguindo objetivos táticos e estratégicos, não obstante aos desejos de uma nação ardorosa, companheira e, também muito “cobradora”. Mesmo assim com alguns erros estratégicos (Carlos Eduardo, Mano, Moreno e, desencontros de opiniões e atos erroneamente tornados públicos), se impôs e conseguiu resultados que admito ser esplendorosos com todas as restrições de elenco e ajuda negativa de alguns conselheiros e sócios invejosos.

Presumindo a conduta ser idêntica para 2014 com a adição da Copa Libertadores, vem a pergunta dividida em duas partes que é a seguinte: Como se portará a diretoria administrativa, técnica e financeiramente, considerando a Copa Libertadores e Brasileiro de Futebol, vide que olvidei o regional, o qual eu presumo seja uma boa oportunidade para teste do sub 23. Quais são as prioridades? E qual o planejamento de ação para executá-las, incluindo elenco, é claro, para torneios dessa grandiosidade e paralelos? A parte dois da pergunta, não se refere ao futebol, como ex-atleta e fã ardoroso de basketball, tenho de perguntar: Como você vê essa temporada em nível de investimento e resultados? E porque não tenta a mesma sorte que teve com o Jayme, com “pratas da casa” como ex-atletas de basketball do clube na direção das equipes de acesso a principal? Existem vários de excelente nível técnico e psicológico que se interessariam pelo cargo e, é um instrumento a baixo custo de concretização de uma equipe sempre competitiva a nível nacional.

Desde já agradeço a oportunidade e me coloco a disposição para quaisquer esclarecimentos a mais que forem necessários bem como, ajudar no que for preciso para o sucesso dessa administração profissional, inovadora e aguerrida. Como, não podia deixar de ser. Saudações Rubro-Negras.

BAP: Ricardo, muito bom ouvir de cada torcedor como ao longo do tempo o seu envolvimento com o nosso Flamengo se estabeleceu. Melhor ainda sabendo que você foi se engajando em nossas novas iniciativas como o programa de ST’s. Muito obrigado pelo apoio. O mundo me chama de Bap,então, fique absolutamente à vontade. Vamos lá: a nossa prioridade em 2014 para o futebol será a de termos um elenco forte, com 22 jogadores que possam jogar no mesmo nível. Isto deve se refletir nas competições que iremos disputar. O nosso Flamengo vai entrar cada vez mais, em qualquer competição, para ganhar. No mais, seguiremos com o plano de básico de saneamento do clube, que evoluiu muito bem neste ano mas que ainda precisa de alguns outros anos para estar muito bem.

Basquete: somos campeões brasileiros, pretendemos manter este titulo e expandir nossas fronteiras para fora do Brasil.

Helton Cortez
31 anos
Piauí.

Gostaria de saber se vai ser desenvolvido um pacote do nosso sócio torcedor pra regiões do nordeste como a minha aqui do Piauí pois tem muita gente querendo ajudar mais os valores pra quem infelizmente vai ter pouca chance de ver o nosso clube aqui ainda é alto na visão deles.

BAP: Helton, o programa de ST é um grande sucesso, e para continuar crescendo, deve evoluir como tudo na vida. Claro que novidades serão criadas e lançadas. Recentemente permitimos que quem se tornar ST e morar a mais de 100KM do clube, poderá sem qualquer despesa adicional se inscrever no site Nação Rubro Negra como sócio Off-Rio (do clube), podendo portanto votar para presidente à partir de 2018. Além disto, mais benefícios serão lançados.

Heraldo Oliveira
36 anos
Santos-SP
Sócio OFF-Rio e Sócio-Torcedor.

1. Uma das promessas da adidas é de ajudar na internacionalização da marca Flamengo, só que isso acaba esbarrando no nosso calendário, desalinhado com o europeu. Qual a saída para o clube ter visibilidade lá fora com esta condição adversa?

2. O último tapetão soterrou a credibilidade do futebol brasileiro. Como o Marketing pretende minimizar esse impacto, junto a torcedores e investidores?

BAP: Grande Heraldo, muito obrigado por ser ST e sócio off-Rio. É agindo que a gente muda o mundo. A Nação se engajando, seremos imbatíveis! A adidas vai ajudar no processo de internacionalização da nossa marca, mas este será um processo de 5, 10 anos, dependendo de nosso sucesso esportivo, muito mais que qualquer relação com o calendário daqui. Como o nosso contrato com eles ė de 10 anos, penso que estamos muito bem encaminhados. Em relação a aspectos políticos do futebol brasileiro, mudanças certamente ocorrerão como parte de um processo natural de evolução do profissionalismo, mas infelizmente em um ritmo mais lento que o desejável.

Heraldo Venancio
37 anos
ST CRN 2276615-4
Rio de Janeiro, RJ

Só uma pergunta como ficou o V3 fundo investimento do Flamengo?
BAP: Oi Heraldo, fundos como o V3 vem sendo estudados e estamos evoluindo, infelizmente demorando mais do que o esperado. Muito obrigado por ser um ST. A Nação agradece!

Marcelo Neagu
40 anos
Nasci e moro em São Paulo. (virei flamengo em janeiro de 1980 com 7 anos. O motivo? Zico é claro! Sou sócio torcedor, mesmo sem muitos benefícios para quem é de São Paulo

Antes de qualquer coisa, gostaria de parabenizar o marketing do Flamengo que nesse ultimo ano deu um salto de qualidade incrível com diversas ações que merecem o nosso aplauso. Porém o Flamengo ficou com o marketing abandonado por diversos anos, uma marca com o potencial da marca do Flamengo com o número de apaixonados pela marca não poderia ter sido tratada como foi pelas gestões anteriores. Vamos à pergunta: Por ser paulista e morar em São Paulo, reparo no dia a dia um grande número de pessoas com a camisa do Flamengo no dia a dia, minha esposa é de Florianópolis e é impressionante o número de torcedores no estado de Santa Catarina, nesses dois estados já vi escolinhas de futebol com a marca do Flamengo, mas nunca vi uma loja do Flamengo, e vejo que faltam ações para que os filhos de Flamenguistas tenham mais incentivo de serem Flamenguistas e acaba que perdemos essas crianças para outros times, inclusive time de outras divisões como no caso de Santa Catarina, Avaí, figueira etc. Vocês pensam em ter projetos para futuros flamenguistas (tipo um museu itinerante com os troféus e outras curiosidades da história do clube?)

BAP: Fala, Marcelo. Muito obrigado pelo reconhecimento. Realmente, fizemos em um ano o que não se fez em 10. Ainda assim, há muito por se fazer. Estamos licenciando inúmeras lojas que já vendiam produtos do Fla como lojas “franqueadas” sob a marca Nação Rubro-Negra. Já temos mais de 20, e esperamos expandir em 2014 para mais de 60. Como vivemos a era digital, vamos explorar a internet como forma de divulgação da historia Rubro- Negra, ainda que ações locais e pontuais possam acontecer.

Abel Neto
29 anos
Sou Sócio Torcedor

BAP, aproveitando o momento em que 2014, o Brasil, será o foco do esporte mundial, e o Rio de Janeiro, será a principal cidade, poderiam fazer campanhas de Marketing, voltada para o público turista, que vai ao Rio de Janeiro.

Um novo plano de Sócio Torcedor, para os turistas de outros países, onde esse Sócio Torcedor vai ter brindes de produtos envolvendo a marca Flamengo, e as paisagens da cidade, mini troféus das conquistas do Flamengo, sandálias, camisas, bonés e os outros. Isso seria fidelizado, já que em 2016, vai ter olimpíadas no Rio de Janeiro, mais um período em que vai ter muito mais turistas voltados para o esporte.

A nação confia e apóia o trabalho de vocês.

BAP: Abel, a ideia de introduzir o Flamengo como pedra fundamental do turismo no Brasil, está em nosso programa de governo. Vamos sim introduzir o Flamengo no roteiro turístico da cidade, mas como temos outras prioridades, isto vai acontecer paulatinamente.

Blog Ser Flamengo no Twitter: @BlogSerFlamengo
Página do Blog Ser Flamengo no Facebook: Blog Ser Flamengo
Blog Ser Flamengo no Instagram: instagram.com/blogserflamengo
Comentários

No Comments

Leave a Comment