Browsing Category : História do Flamengo

A história do Clube de Regatas do Flamengo – Volta ao topo no novo milênio


  2000 a 2009 - Volta ao topo no novo milênioDepois de uma década ingrata, com resultados pouco expressivos para sua grandeza, o Flamengo voltou a ‘dominar’ o futebol carioca com folga e a ser o melhor do Brasil, por duas vezes. Além disso, esse período acabou marcado por dois tricampeonatos, conquistados em cima de um só rival, cada, feito inédito…

A história do Clube de Regatas do Flamengo – Apesar de tudo, campeão.


1990 a 1999 - Apesar de tudo, campeãoZico não esteve presente na história do Flamengo como jogador a partir de 90. Mas, um outro remanescente da década maravilhosa rubro-negra seguiu no comando da garotada rubro-negra. Júnior, que voltara ao Flamengo em 1989, comandou o time na primeira metade da última década do século XX. Jogando no meio-campo, o craque conquistou…

A História do Clube de Regatas do Flamengo – Década maravilhosa


1980 a 1989Década maravilhosa

 

A década de 80 foi a que mais trouxe conquistas para o Flamengo. Anos em que a alegria de ser rubro-negro era maior do que qualquer outra coisa. Tempo em que Zico, o maior ídolo da história do clube, reinava nos campos de futebol, coadjuvado por estrelas como Raul, Leandro, Mozer, Rondinelli, Júnior, Andrade, Adílio, Júlio César, Tita, Nunes e Lico. Fora dos gramados, o esporte amador ganhava tudo o que disputava, na natação, basquete, remo e judô.

A História do Clube de Regatas do Flamengo – O começo da geração de ouro


Andrade, Leandro, Zico e Junior - Alguns dos craques formados na Gávea da "Geração de Ouro" do Clube1970 a 1979O começo da geração de ouro Depois de um fim de década nem tão bom para o futebol, o Flamengo começa a formar a geração que daria as maiores glórias para o clube no esporte. Zico, que chegara ao clube em…

A História do Clube de Regatas do Flamengo – Mais conquistas e o primeiro título nacional


1960 a 1969Mais conquistas e o primeiro título nacionalA década de 60 não começou bem para o Flamengo. Além da quarta colocação campeonato carioca, a renúncia do presidente George Fernandes por causa de dívidas do clube serviu para tumultuar ainda mais o ambiente rubro-negro.Fadel Fadel assume e dá sorte. No seu primeiro ano, em 1961, o Flamengo conquista o Torneio…

A História do Clube de Regatas do Flamengo – A década de 50


1951 a 1959A década de 50 A década de 50 começa para o Flamengo da mesma forma que a de 40 terminou: com crise no futebol. O presidente Dario de Melo Pinto vende Zizinho para o Bangu, antes mesmo da Copa do Mundo disputada no Brasil, numa negociação lamentada por muitas décadas no clube rubro-negro. Para piorar, o tabu contra…

A História do Clube de Regatas do Flamengo – O Primeiro Tri


1940 a 1949O Primeiro TriDepois do brilhante título de 1939, o Flamengo perde o craque Leônidas da Silva e assiste o Fluminense voltar a reinar no início da década de 40. O tricolor conquista o bicampeonato em 1940/41, deixando o rubro-negro como vice nos dois anos, e parte rumo a outro tri. Neste último ano, Pirilo, centroavante do Flamengo, entra…

A História do Clube de Regatas do Flamengo – Profissionalismo, jejum e Gávea


1930 a 1939Os anos trinta foram marcados pelo jejum rubro-negro no futebol. Ocupado em dar início às obras no terreno da Lagoa, o Flamengo teve o maior período sem títulos no esporte mais popular.Com a última taça sendo conquistada de maneira brilhante em 1927, o Flamengo só voltou ao posto de melhor time carioca doze anos depois, no campeonato de…

A História do Clube de Regatas do Flamengo – A conquista definitiva do povo


1921 a 1930A década de 20 foi boa para o Flamengo. Depois de conquistar os títulos de 1914/15 no futebol, o clube voltou a levantar o título carioca em 1920, de forma invicta e marcando a primeira dobradinha com o remo - que havia ganho pela primeira vez no bicampeonato de 1916/17 - sendo campeão de terra e mar.A taça…

A História do Clube de Regatas do Flamengo – Enfim, o futebol oficial no Flamengo


1911 a 1920O futebol do Flamengo é dissidente do Fluminense. Em 1911, o tricolor estava às vésperas do título carioca, mas, atravessava grave crise interna. O capitão do time, Alberto Borgeth (o mesmo que remava pelo Flamengo), se desentendeu com os dirigentes e, depois de conquistado o campeonato, liderou um movimento de saída das Laranjeiras. Dez jogadores campeões deixaram o…