Como não jogar futebol

Se contra o Cruzeiro, a postura do Flamengo foi de time morto e sem vida, acordando apenas na metade do segundo tempo, contra o Grêmio, hoje, foi de time enterrado – não entendam como ‘rebaixado’.
Com as ausências de Leonardo Moura e Elias, Mano decidiu montar o time num 4-3-3, com Digão na lateral e Val no lugar de Elias. Para um Flamengo totalmente inoperante, um Grêmio bem montado taticamente, com cinco jogadores no meio-campo, que anularam totalmente qualquer ação do Flamengo.
No primeiro tempo, um gol logo no início decidiu o jogo. Chicão comete falta em Kléber, como último recurso e Pará na cobrança abre o placar; sem falar que a barreira abriu noventa centímetros entre Marcelo Moreno e André Santos, espaço que foi suficiente para a bola passar e entrar, deixando Felipe sem qualquer reação.
É verdade que não só o Flamengo como o Grêmio errou muitos passes durante o primeiro tempo. Mas o Grêmio, ao contrário do Flamengo, era rápido no contra-ataque e conseguia criar quando tinha a bola.
Muita posse de bola, muitos erros de passes, marcação frouxa e ataque sem velocidade: esse era o Flamengo do segundo tempo; que não mudou nada em relação ao primeiro – exceto pelas entradas de Adryan, Paulinho e Hernane.
Digão levou muita bronca de Mano por estar perdido em campo. Não subia pra apoiar e tentar criar jogadas de profundidade, não marcava Alex Telles, que passava como queria no espaço deixado por ele, e quando subia para o ataque era lento no retorno.
O time de hoje não tinha nem tem entrosamento, vem desfalcado, mas, do mesmo jeito dos titulares(time completo), só mostrou raça para tentar empatar o jogo, quando o mesmo já estava decidido.
Para quarta-feira diante do Cruzeiro, pela Copa do Brasil, deveremos ter o retorno de Elias e um time diferente psicologicamente. Porque no mata-mata, em sua história, o Flamengo já mostrou do que é capaz. E se o time jogar pra frente e mostrar aquele futebol que vinha mostrando, tem muitas chances de classificação. Pois hoje ensinou perfeitamente como não jogar futebol.
Twitter: @43Germano
Sigam-nos no Twitter: @BlogSerFlamengo
Curta a nossa página no Facebook: Blog Ser Flamengo
Comentários