Como poderia ser aproveitado o Cadastro Rubro-Negro

Para quê serviu a campanha nacional do Cadastro Rubro-Negro? Qual o objetivo que o marketing do Flamengo tinha em iniciar esse projeto? Onde estão essas informações? Como serão usadas? Perguntas que fiz a mim mesmo durante a campanha que durou pouco e foi estrategicamente lançada no dia errado.
Quando a campanha começou a ser veiculada nas mídias de TV e internet antes de seu lançamento, todos só falavam no Zico 60 Anos. Mesmo com o Galinho fazendo a campanha, só falavam em seu aniversário. A campanha foi escolhida para ser lançada quando? No dia do aniversário de Zico, dia 03 de março. No fim do dia, a maior chamada era a seguinte: “Nos 60 anos de Zico, o Flamengo lança campanha para cadastrar torcedores”. A campanha ficou em segundo plano.
O cadastro podia ser feito em minutos. Bastava você colocar nome, cidade, e-mail e CPF, mas achei muito pouco para quem quer manter um relacionamento mais próximo com a torcida. Poderia ser feito algo mais complementar que poderia ser usado em ações futuras como o próprio Sócio Torcedor Nação Rubro-Negra e venda de produtos oficiais do Clube.
Poderia ser colocado mais pedido de informações do tipo: Quanto você pagaria por um sócio torcedor do Flamengo?, o que você espera de um sócio torcedor do Flamengo?, Como você compra produtos oficiais do Flamengo na sua cidade?, quanto você gasta em produtos oficiais do Flamengo? e etc… Abaixo das perguntas poderiam ser colocadas as opções para o torcedor marcar ou até mesmo um filtro para seleção da opção. Também seria rápido e prático.
Com essas informações, o Clube teria o perfil de cada torcedor e além de só criar um banco de dados, teria o mapeamento de como oferecer seus produtos e pra quem. Com essas informações seria possível fazer ações de todos os tipos e com os alvos selecionados sem dar tiro no escuro e a esmo.
As Embaixadas também poderiam ser parceiras para ajudar no cadastro. Por que não dar uma estrutura mínima para que cada Embaixada tirasse um dia do mês para fazer o cadastro de seus associados e demais torcedores de sua cidade? Apesar da propagação da internet nem todo mundo ainda tem acesso. A Embaixada colocaria uma ou duas pessoas com computadores para fazer o cadastro dos torcedores e explicar os objetivos do mesmo. Seria sensacional!
Fica claro que a nova diretoria tem a intensão de transformar os seus 40 milhões de torcedores e clientes em potencial em consumidores fieis. Isso é possível. Basta que antes de qualquer coisa, você conheça um pouco do seu cliente e suas preferências. Fica muito mais fácil qualquer ação de marketing e acredito que o Cadastro Rubro-Negro serviria para isso.
Só voltei ao assunto, pois fiquei sabendo que o Cadastro Rubro-Negro vai voltar a ser trabalhado pelo marketing do Clube, mas que no momento a prioridade é a divulgação do programa Nação Rubro-Negra. O que acho mais que válido já que o programa é encarado como salvação pela diretoria.
Não sou profissional de marketing, sou leigo, mas não sou burro. Acredito que mapeando informações, o Flamengo pode se estruturar melhor no marketing como vem fazendo em outros setores.

Twitter: @PoetaTulio

Sigam-nos no Twitter: @BlogSerFlamengo

Curta a nossa Fanpage no Facebook: Blog Ser Flamengo

Comentários

No Comments

Leave a Comment