Decisão de Landim pela não continuidade de Pelaipe sem avisar a Marcos Braz vai de encontro ao seu Plano de Governo

No início da noite desta segunda (06), veio a público a demissão do gerente de futebol do Flamengo, Paulo Pelaipe. A decisão de Landim sem comunicar o Departamento de Futebol vai de encontro ao seu Plano de Governo apresentado durante a Eleição de 2018. Essa e outras informações estão no vídeo acima do quadro “Refutando com Poeta Tulio“. Confira!

Mesmo sendo um regime presidencialista, a proposta de Rodolfo Landim diz que discussões estratégicas e possíveis contratações seriam analisadas por um grupo restrito, acabando com a concentração de poder numa só pessoa.

“Modificar o atual organograma do futebol do Flamengo. Implantar o conceito do Comitê Executivo do Futebol, onde discussões estratégicas e possíveis contratações serão analisadas por um grupo restrito, extinguindo a concentração de todo o poder de decisão em um só profissional. Caberá ao Vice Presidente de Futebol, também participante deste grupo, implementar as ações definidas pelo comitê”, diz a página 15 do seu “Compromisso de Governo“.

Foto: Thiago Lima

Por Tulio Rodrigues (@PoetaTulio)

+ Siga o Blog Ser Flamengo no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Dailymotion

Comentários