Demissão de Paulo Pelaipe ficou no topo dos assuntos mais comentados no mundo

No início da noite desta segunda (06), veio a público a demissão do gerente de futebol do Flamengo, Paulo Pelaipe. A iniciativa partiu do vice de relações externas, Luiz Eduardo Baptista, o Bap, com aval do presidente Rodolfo Landim, mas sem o conhecimento do departamento de futebol.

Logo o assunto tomou conta das Redes Sociais e principalmente do Twitter. A torcida tomou partido do profissional e ficou contra o dirigente estatutário. Nos trends topics (assuntos mais comentados) do mundo, haviam quatro citações: “#ForaBap“, primeira colocada. Depois a citação “Landim“, em referência ao presidente, em seguida, “Pelaipe” e por fim, a citação ao vice de futebol, “Braz“. Veja abaixo:

LEIA MAIS:

Nos tópicos de assuntos mais comentados do Brasil, a citação “#ForaBap” liderava com mais de 100 mil posts.

Reprodução: Twitter

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Entenda a situação:

Em 10 de dezembro do ano passado, o gerente acertou com o vice de futebol, Marcos Braz, a renovação do seu contrato que se encerrava no dia 31. Junto com a assinatura de Bruno Spindel, o documento foi encaminhado para o aval do presidente e do CEO, Reinaldo Belloti. O que não ocorreu. A ação gerou um grande desgaste interno.

Além de braço direito do vice de futebol, Pelaipe era muito próximo do técnico Jorge Jesus. O agora ex-gerente esteve em Portugal nas férias do Mister planejando 2020.

Como gerente de futebol do Flamengo, Pelaipe conquistou o Carioca, Brasileiro e Libertadores de 2019. Em sua primeira passagem, que durou quase 18 meses, o dirigente conquistou a Copa do Brasil em 2013 e o Carioca em 2014.

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Por Tulio Rodrigues (@PoetaTulio)

+ Siga o Blog Ser Flamengo no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Dailymotion

Comentários