10 de agosto de 2022

Deputado entra com denúncia de assédio no Ministério do Trabalho contra Marcos Braz por causa da demissão de Clebinho

3 min read

Imagem: reprodução/Instagram

Na manhã desta terça (05), o Deputado Federal, Felício Laterça (PP), protocolou no Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro, uma denúncia de assédio contra Marcos Braz, vice de futebol do clube, pela forma que foi conduzida a demissão de Cleber Reis, o roupeiro Clebinho, desligado na última segunda (04) do quadro de funcionários do Flamengo.


Ouça nossas entrevistas e análises no seu agregador de podcast preferido: SpotifyDeezerAmazoniTunesGoogle PodcastsCastbox e Anchor.


Senhoras e senhores, nós adotamos providências. Hoje pela manhã, já oficiamos o Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro para que tome providências com relação ao assédio, que parece que foi o caso, ocorrido no clube no Rio de Janeiro. Eu defendo qualquer cidadão que passar por isso. O vice-presidente do Flamengo pode ser pré-candidato a Deputado Federal, mas o roupeiro não pode ser pré-candidato a Deputado Estadual. Ministério Público do Trabalho, está nas mãos dos senhores —, disse Laterça na reunião da Comissão de Esportes da Cãmara dos Deputados.

VEJA O VÍDEO:

ENTENDA O CASO:

Na madrugada do último domingo (03), quando o Flamengo retornava de uma semana de viagem (jogou na Colômbia e em Santos), Marcos Braz pede que Clebinho compareça ao Salão Nobre do Galeão. Lá, na presença de Bruno Spindel, Fabinho Soldado e Gabriel Skinner, o dirigente dá o ultimato ao profissional para que ele desista de sua pré-candidatura a deputado estadual. O lançamento ocorreu na tarde do mesmo dia, em Bom Jesus do Itabapoana.

O fato de ser pré-candidato, não significa que pedi para ir embora. Na verdade, isso não procede. Em momento algum pedi para ir embora. Eu fui coagido. Estava em viagem de cinco dias com o Flamengo, cheguei quase duas horas da manhã no aeroporto, quando recebi a ligação do meu supervisor pedindo que eu fosse ao Salão Nobre porque o Marcos Braz queria falar comigo, não só o Marcos Braz, mas o Bruno Spindel. O Fabinho (Soldado) se fez presente, o Gabriel (Skinner) se fez presente“, disse Clebinho em live no seu Instagram. Ele completa:

Tentaram me coagir para que eu não viesse como pré-candidato e eu não vou abrir mão. Eu não vou abrir mão da minha pré-candidatura que foi lançada ontem, no domingo. Eles tiveram várias oportunidades para estar falando isso comigo, mas preferiram me chamar no aeroporto duas horas da manhã. Situação constrangedora“.

LEIA MAIS:

Imagem: reprodução/Instagram

Por Tulio Rodrigues (@PoetaTulio)

+ Siga o Blog Ser Flamengo no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Dailymotion

Comentários
Ser Flamengo - 2022 I Todos os direitos reservados | Newsphere by AF themes.