Dignidade

Que se dane esse papinho de país da copa, meu amigo. Em nenhum lugar neste mundo há espaço para a auto-destruição. O Brasil está aí. Bem como o conhecemos. Corrupto, sujo, saturado de hipócritas e pseudo-cidadãos. Porém, linda natureza (que destroem), e caloroso povo ( que tanto sofre). A mudança não tem que ocorrer em função do evento. A mudança tem que ocorrer porque existe uma coisa, tratada com irrelevância chamada DIGNIDADE. 
Falta de leis, não é o caso (ao meu ver) . Vejo mais a falta de cumprimento delas. Uma coletânea de erros culminaram no triste episódio. Erro paranaense em promover uma partida sem segurança adequada. Punição aos dois clubes, já que são responsáveis pelos seus torcedores. E principalmente, demência daqueles que das duas torcidas se dispuseram a cruzar uma boa área vazia para dar início aquela patifaria. Aí, eu te pergunto, caro leitor: num jogo em que um time lutava contra o rebaixamento, e o outro pela garantia de libertadores, de que forma se espera que estejam os torcedores? Acredito que a resposta provavelmente seja: simplesmente, torcendo. Gritando, xingando, cantando, orando, e o que mais seja. Mas, simplesmente torcendo. Sinceramente? Atlético Paranaense e Vasco eram apenas um bônus opcional para muitos ali. 
Eu pessoalmente, não consigo sentir pena dos lesionados. Sinto sim, pena das mães, pais e avós dos envolvidos, que não compreendem tanta violência. Deles próprios, torço pela recuperação, sem nenhum tipo de dó. Colheram o que semearam. Fanatismo de verdade, se pratica com civilidade. Nem são precisos os modos ingleses…. basta apenas o respeito a integridade alheia.
***** MUDANDO O ASSUNTO*****

Li um texto LINDO e queria encerrar com um trecho dele. É do ilustre Rica Perrone, ” Lendas da Paixão”. Frizando a diferença que faz a torcida Rubro-Negra, usando como exemplo, a Copa do Brasil 2013 : 
‘ E desde então conseguem nivelar qualquer tipo de gente num só patamar. O de “rubro-negro”.

O de décimo segundo jogador. O da torcida que aplaude, é aplaudida e ganha jogo.

Ganha sim. Não discuta com os fatos. Aceite-os e tente, talvez, imitar. Mas não brigue com a história.

O Flamengo foi campeão da Copa do Brasil porque tem a torcida que tem. Não fosse tão diferente, teria parado no Cruzeiro. Talvez perdido pro melhor time do Botafogo, ou mesmo pro aplicado e retranqueiro time do Atlético PR.

Não deixaram. Quando abraçam, quando “inflama”, quando deixa chegar… fodeu.

E fodeu.

abs,
RicaPerrone ”


Twitter: @BrunaUchoaT
Blog Ser Flamengo no Twitter: @BlogSerFlamengo
Página do Blog Ser Flamengo no Facebook: Blog Ser Flamengo
Blog Ser Flamengo no Instagram: instagram.com/blogserflamengo
Comentários