Eleições CoDe- Chapa deleta perguntas de internautas

 

 
Primeiramente, gostaria de falar que uso essas linhas para expressar o que eu, Colunista Bruna Uchôa, tenho observado. E não na qualidade de quem apóia uma ou outra chapa, e sim na de quem é usuária de redes sociais.

As  redes sociais são uma ferramenta muito poderosa. Através delas, são fomentadas discussões das mais variadas e uma exposição de ideias  que quase sempre contribui enormemente para a formação de opinião. Nelas é fácil identificar os blocos formados acerca de dado assunto, e como se portam frente ao comportamento alheio.  Bom, sem  mais delongas, vamos para a ideia principal…

Como Flamenguista sedenta por exposição de ideias, participo de grupos que frequentemente, discutem acerca de um ou outro tópico. A maioria, falando sobre Flamengo, como pode imaginar. E nos últimos dias, a discussão sobre a eleição para o CoDe seria um prato cheio para um debate riquíssimo. Seria.

Usando como referência o que talvez seja o maior grupo fechado de Flamenguistas  no Facebook, consigo mensurar alguns exemplos. Acontece que as  indagações feitas pelos internautas em Posts de representantes e eleitores A ou B da Chapa Branca, mormente  não são respondidas. E mais:  os internautas que questionam, precisam ter  jogo de cintura para receber como resposta, fotos em comentários como memes,  de bonecos de Smurfs em situações estranhas, e coisas tão patéticas quanto.

Muitos internautas, e isso não engloba apenas os que estão entre os  mais de  70 mil desse grupo, dizem que tem suas perguntas e comentários deletados da Fanpage da Chapa Branca, a União Rubro-Negra. Eu te pergunto: Quando não há ofensas ou palavras de baixo calão, qual o motivo de não responder as perguntas as vezes nem tão complexas? Não seria a preocupação em responder com bons argumentos, uma demonstração saudável de ideias? Não seria permitir que aqueles que não concordam se manifestem e emitam sua opinião, uma mostra da democracia e valorização da ”voz do povo” que  tal chapa diz defender? A atitude dos editores da Fanpage irritou a alguns, como se pode ver na imagem acima.

Eu não estou aqui para pôr a prova o Rubro-Negrismo de ninguém. O que falo, são fatos em detrimento a compreensão do comportamento dos ”Brancos” frente a perguntas que não podem, não devem e não serão ignoradas. Tá rude ter que ler mais comentários sobre o consórcio do  Maracanã, em total saída de contexto. Tá rude ter que ver mais comentários com imagens de Smurfs. Tá rude a exigência de insumos sem um embasamento concreto. Quero ver críticas bem fundamentadas. Pelo bem do CRF!

No momento não importa a minha favorita, até porque, em meu ciclo pessoal de relacionamentos, nunca a escondi. Não existem muros para que eu suba.  No âmbito em questão, importante é que existem coisas para serem ditas e perguntas para serem respondidas.  Eu não suponho, nem aceito suposições como verdades políticas. E nem eu, nem nenhum cidadão exercendo do seu Rubro-Negrismo Racional, se contenta com uma resposta filosófica, quando a pergunta for matemática ( exemplos disso no debate de ontem, promovido pelo Falando de Flamengo) E vice-versa.

E quem quiser discutir política comigo, que me procure. Terei prazer em debater e/ou concordar. Pois a essência das eleições deve ser realmente essa: O entrelace das ideias,o estudo dos fatos, a persuasão.  E tudo deve confluir como progresso ao Flamengo. Sempre.

SRN!

Twitter: @BrunaUchoaT

Blog Ser Flamengo no Twitter: @BlogSerFlamengo
Página do Blog Ser Flamengo no Facebook: Blog Ser Flamengo
Blog Ser Flamengo no Instagram: instagram.com/blogserflamengo
Comentários