Eu me tornei sócio do Flamengo! Eu também quero mudar o Clube!



Na semana passada, eu fiz o meu título de sócio do Clube de Regatas do Flamengo! Hoje, além de apoiar o Clube nas arquibancadas, consumindo seus produtos oficiais, escrevendo sobre ele, posso ajudar de uma forma mais próxima, mas não só participando do lado social e político, mas institucional do Flamengo.

Em termos de benefícios, confesso que não há tantos até porque não me interessa muito frequentar à Gávea, tomar banho de piscina e etc… Umas das comodidades que o Clube me oferece é a prioridade na compra de ingressos e descontos em produtos oficiais e licenciados na loja do Clube. Um dos grandes benefícios é que na eleição para presidente em 2015, poderei votar para presidente, participar do Conselho e ver as coisas um pouco mais de perto.

O Blog Ser Flamengo apóia a todos os movimentos em prol do sócio-torcedor e procura incentivar que os torcedores se associem mesmo com as modalidades atuais adotadas pelo Clube. Quando eu debatia e resenhava sobre o tema, achava que estava sendo incoerente por não ser sócio. Claro que a condição financeira e os preços cobrados pelo Clube sempre foram um empecilho. Acredito que também seja para centena de torcedores. Por isso defendo com unhas e dentes que o Clube adote um sócio-torcedor com preço acessível.

Venho tendo a oportunidade de conversar com os candidatos a presidente do Flamengo. Para todos perguntei sobre o sócio-torcedor e todos visam criar um programa. Estarei aqui para cobrar do candidato eleito essa questão. É fato que o Flamengo tem que adotar um modelo mesmo que isso custe uma mudança no Estatuto. Vi que houve mudanças sempre que se fez necessário e até recentemente. Nada mais justo que adequá-lo para isso.

Por que escrevo este texto? Escrevo este texto para incentivar aos demais para também se associarem. Quem mora fora do Estado do Rio de Janeiro, pode fazê-lo por R$ 42 reais mensais. Após três anos também pode votar e participar do Conselho. Às vezes vejo comentários equivocados sobre o assunto e eu acredito que para debatermos um assunto, temos que estar inteiramente sabendo o que estamos falando.

Não adianta justificar o fato de não associar com velhos bordões do tipo: “Não vou dar dinheiro para essa diretoria”. Quando compramos uma camisa oficial, um produto licenciado, um ingresso e até mesmo o fato de torcemos pelo Clube faz com que o dinheiro chegue à diretoria. A cota de TV é baseada na audiência que cada Clube proporciona, então, mesmo que indiretamente, você que usa o bordão citado acima, põem dinheiro no Clube. Quem pensa desta forma é o mesmo torcedor que dá as costas ao time quando ele está mal!

O Flamengo é mais que futebol, que mesmo sendo o carro chefe e responsável por impulsionar paixões, se junta as outras modalidades do Clube que também tem sua importância esportiva e administrativa. Quer exemplos? Os gastos dos Esportes Olímpicos foram pagos com as receitas do futebol que nem tem dinheiro para se manter. Isso é justo? Ou será que não devemos lutar pela independência de gestão e finanças dos outros esportes do Flamengo?

O maior patrimônio do Flamengo não são os seus títulos e suas glórias, mas nós, torcedores. Nós, torcedores que podemos juntos mudar o Flamengo! Ser sócio é só um começo para isso, mas um começo que tem uma importância muito grande para o nosso futuro!

#QueremosONossoFlamengo!

Seja Sócio do Flamengo: Clique aqui
Twitter: @poetatulio
Sigam-nos no Twitter: @blogserflamengo
Curta a nossa Fanpage no Facebook: Blog Ser Flamengo
Comentários