Flamengo 0 x 0 Figueirense – Campeonato Brasileiro 2011

Nação comparece, lota o estádio, o Flamengo mais uma vez tropeça e dá Adeus de vez ao sonho de ser campeão brasileiro em 2011.

Flamengo veio num 4-4-2 com: Paulo Victor; Léo Moura, Alex Silva, David Braz, Júnior César; Aírton, Renato, Willians, Thiago Neves; Ronaldinho, Deivid.

Figueirense veio num 4-4-2 com: Wilson; Bruno Vieira, Roger Carvalho, Edson Silva, Juninho; Ygor, Túlio, Coutinho, Elias; Wellington Nem, Júlio César.

Estatísticas da Partida:

Cartões Amarelos: Paulo Victor, David Braz. (Flamengo) Ygor. (Figueirense)

Arbitragem: Evandro Roman.

Análise do Germando:

Torcida mais uma vez comprou ingresso e encheu bem o Engenhão numa noite de Quinta-feira. Na esperança de ver o Flamengo vencer, convencer e partir rumo ao título.

Flamengo parecia determinado. Tanto é que logo aos 2 minutos, em bela troca de passes na defensiva do Figueirense, o Flamengo quase abre o placar. Léo Moura recebe belíssima bola de Ronaldinho. Deixa a bola limpinha pra Deivid, que só não abre o placar, porque Wilson salvou.

Mesmo com dificuldade pra subir pro ataque, o Flamengo conseguia algumas jogadas por meio de Thiago Neves. Primeiro, ele acertou um belo chute de fora da área, Wilson espalmou. Depois acertou ótimo lançamento para Ronaldinho, que só não avançou pra abrir o placar, porque o assistente deu impedimento (que não existiu).

Se o Flamengo criou duas ótimas chances, o Figueirense respondeu. Bruno avançou pela meia direita. Passou por 2 marcadores e mandou pra área. Bola quase entra. Na volta, Túlio acerta belo chute que desvia na zaga rubro-negra e sai.

Renato que nada de produtivo fazia, era vaiado a cada toque na bola. Com razão.

Fim de primeira etapa, nada de gols, e almas pro vestiário.

Volta pro segundo tempo, sem mexidas.

Passados 9 minutos, Luxemburgo mexe. E atendendo aos pedidos inteligentes da nação presente no Engenhão, põe Muralha e Thomás nos lugares de Aírton e Renato.

Aos 15, após ótima arrancada do Figueirense, Paulo Victor comete pênalti em Wellington Nem.

Na cobrança, Aloísio fez tanta ceninha que perdeu. Paulo Victor defendeu fácil.

Nação entrou em estado de êxtase.

E você deve tá pensando agora.. Bem, se o Figueirense tinha tudo pra marcar e não conseguiu, com certeza abaixou a cabeça e deixou o Flamengo jogar e vencer o jogo facilmente.

Nada.

Luxemburgo pensou em colocar Fierro, mas daí, quando ouviu a ‘tsunami’ de vaias vindas da arquibancadas, junta de gritos de ‘burro’, largou mão e colocou Jael no lugar de Deivid.

Flamengo foi pro abafa, sem absolutamente nenhuma técnica de tática. Figueirense se segurou e conseguiu sair do Engenhão com o empate. Já o Flamengo saiu com uma ‘derrota’, vaias, gritos imbecis de ‘time de merda’ e com a certeza que o sonho do HEPTA foi adiado. Quem sabe em 2012. Se os erros não forem repetidos. Flamengo 0 x 0 Figueirense.

É triste, hoje, olhar pra trás e ficar falando frases com aquele ‘SE’. Verdade é que o Flamengo entregou seu próprio título nas mãos de quem quiser ser campeão. Flamengo tinha tudo pra tá hoje com uns 8 pontos de diferença pra Corinthians e Vasco. Não fosse suas bobeiras em casa e fora. Vários jogos que estavam nas nossas mãos e deixamos escapar. Exemplos não faltam. 13 empates. Isso é campanha de time que quer ser campeão brasileiro? Óbvio que não. Mas infelizmente essa é nossa realidade. Não queria dizer isso, mas infelizmente vou dizer.. Nossa briga hoje é apenas por Libertadores. Pra acabar o campeonato de forma digna. E.. É isso, nação. Agora a tarefa é vencer os próximos 3 jogos e classificar pra porra da Libertadores. Título ainda é possível? Impossível não é. Mas só com um verdadeiro milagre o Flamengo consegue. Coisa que acho praticamente impossível. Por isso quero apenas as vitórias, últimas 3 vitórias e até 2012. Enfim, agora é trabalhar pra pegar o Atlético-GO lá em Goiás. E seguir na luta pela Libertadores. Obrigado a todos e até lá se Deus quiser.

SRN

Melhores momentos do Jogo:

Twitter: @Germano_CRF

Siga-nos no Twitter: @Blogserflamengo

Curta a nossa Fanpage no Facebook: Blog Ser Flamengo
Comentários

No Comments

Leave a Comment