Flamengo 1 x 0 Internacional – Campeonato Brasileiro 2011

Num jogo difícil, truncado, brigado e com mais controle do Inter, a camisa pesou e o Flamengo conseguiu sair com a vitória.

Flamengo veio num 4-4-2 com: Felipe; Léo Moura, Alex Silva, Welinton, Rodrigo Alvim; Willians, Fierro, Renato, Thiago Neves; Thomás, Ronaldinho.

Internacional veio num 4-4-2 com: Muriel; Nei, Bolívar, Rodrigo Moledo, Kléber; Tinga, Guiñazu, Oscar, D’Alessandro; Gilberto, Leandro Damião.

Estatísticas da Partida:

Gol(s): Ronaldinho. (Flamengo)

Cartões Amarelos: Alex Silva, Fierro, Thomás, Ronaldinho. (Flamengo) Kléber, Rodrigo Moledo. (Internacional)

Análise do Germano:
Bom/ótimo público em Macaé pra ver o Flamengo na tentativa de ir pra mais uma Libertadores em sua história. Torcida apoiou pra caramba antes do time entrar em campo, e durante o jogo também o fez.

Só que não esperavam um Inter tão agressivo e organizado como estava no primeiro tempo.

Leandro Damião tentou uma boa cabeçada, que Felipe defendeu. D’Alessandro em belo chute, quase faz. Bola ia bem no ângulo. Do mesmo jeito, Gilberto em chute da entrada da área. Sem sucesso.

Em relação à escalação, dessa vez, Luxa até surpreendeu um pouco. Welinton mantido na zaga, Alvim na lateral esquerda, Fierro de volante e Thomás no lugar de Deivid na frente.

‘Sozinho’ lá na frente, R10 ficou perdido. Praticamente jogava aquilo que jogou no começo do ano, quando fora muito cobrado e começou a jogar seu futebol. Mas aos 46, apareceu. E da melhor forma possível.

Thiago Neves faz o passe pela esquerda, Rodrigo Moledo corta errado, R10 pega a sobra, entra na área, e manda lá dentro. 1 a 0 Flamengo. Festa da torcida em Macaé, euforia da nação e comemoração contida de Ronaldinho. Visivelmente triste pelo fato ocorrido durante a semana.

Fim de primeiro tempo, almas pro vestiário.

Na volta pro segundo tempo, sem alterações nos times.. Flamengo voltou determinado a segurar o resultado e segurar o Inter até o fim.

E em 2 lances, quase amplia. Voleio de Ronaldinho, Nei tirou em cima da linha. Logo depois, em belo levantamento de Thiago Neves, Welinton cabeceia, muito, mas muito perto do gol.

Aos 14, ótima chance pro Inter. Oscar descola belo passe para D’Alessandro, mandar colocado no cantinho, mas pra fora.

Inter mudou, colocando Andrezinho no lugar de Gilberto. E mudou também o panorama do jogo. E aí que apareceu o paredão Felipe. Quando Damião recebeu passe na área, girou fácil sobre Alex Silva e bateu forte, pra ótima defesa de Felipe.

Na sequencia do lance, Damião foi buscar o rebota de Felipe, dividiu com Fierro e caiu dentro da área. Arbitragem nada deu.

Luxemburgo tirou Thomás e mandou Negueba pro jogo. E foi como eu dizia no exato momento da substituição: “Negueba entra pra ciscar, pedalar e nada fazer.”

Dorival Júnior, após reclamação grotesca, foi expulso. Que se dane.

E assim se seguiu o jogo.. Pressão sem sucesso do Inter e retranca com festa pro Flamengo. Semana que vem tem o desfecho dessa novela chamada Campeonato Brasileiro. E lá em Macaé ficou nisso mesmo. 1 a 0 Flamengo.

Bem, nação. Foi isso. Flamengo jogou e ganhou na base da raça. Faltou técnica e tática, durante todo o jogo. Ronaldinho entrou em campo chateado e saiu pelo menos, aliviado. O projeto que era a Libertadores como dizia o Luxemburgo desde o começo do ano, tá praticamente resolvido. Estamos a um empate dela. Agora só nos resta lotar a porcaria do Engenhão domingo, vencer o Vasco, fazer os caras mais uma vez Vice (haha) e voltar pra nossa tão sonhada Liberta. E que dessa vez seja pra ganhar, jogar com raça, com vontade, com amor e depois de 31 anos, levantar aquela taça linda e ir pra Tóquio, ser – Se Deus quiser – Bi-campeão do mundo. Obrigado a todos e até domingo pra esse desfecho e pra selar um ano ‘traumático’ com, pelo menos, um motivo pra sorrir.

SRN

Gol da partida:

Twitter: @Germano_CRF

Siga-nos no Twitter: @Blogserflamengo

Curta a nossa Fanpage no Facebook: Blog Ser Flamengo
Comentários