Flamengo 1 x 1 Palmeiras – Campeonato Brasileiro 2011

Numa noite de futebol extremamente sem graça, o empate infelizmente foi justo para que o Flamengo ama fazer quando faz um gol: NADA !
Flamengo veio num 4-5-1 com: Felipe; Léo Moura, Alex Silva, Welinton, Júnior César; Aírton, Willians, Renato Abreu, Botinelli, Thiago Neves; Deivid.
Palmeiras veio num 4-4-2 com: Deola; Cicinho, Henrique, Thiago Heleno, Gabriel Silva; Chico, Marcos Assunção, Luan, Patrik; Maikon Leite, Fernandão.
Estatísticas da Partida:
Gols: Thiago Neves. (Flamengo) Maikon Leite. (Palmeiras)
Cartões Amarelos: Marcos Assunção, Patrik, Cicinho, Thiago Heleno. (Palmeiras) Willians, Alex Silva, Negueba. (Flamengo)
Arbitragem: Emerson Almeida Ferreira. Auxiliado por Guilherme Dias Camilo e Helberth Costa Andrade.
Análise do Germano:
Flamengo começou o jogo já meio tonto, mas parecia centrado naquilo que queria. Palmeiras se fechava e dificultava as jogadas rubro-negras. E logicamente, esperando por um contra-golpe. Deivid jogando sozinho lá na frente (coisa que não canso de reclamar), dificultava e muito pra saírem as jogadas no meio. Visto que Thiago Neves não tava conseguindo render o esperado.
Marcos Assunção ora ou outra colocava perigo na retaguarda rubro-negra com as bolas paradas. Mas foi o Flamengo que quase abriu o placar. Léo Moura cruzou, Cicinho se antecipou e impediu a chegada de Deivid (coisa que nem é muito difícil) cortando com o peito. No retorno, Thiago Neves, de cabeça mais uma vez. Deola tirou à queima-roupa. No rebote de Deola, Léo Moura, praticamente dentro do gol, conseguiu mandar a bola na trave.
Flamengo tinha mais posse de bola, porém não conseguia chegar no gol como queria, como a nação queria, como o time queria. Começou a tentar chutes sem sucesso com Thiago Neves, Renato e Botinelli.
Marcos Assunção deixa o campo com um machucado no ombro esquerdo. Rivaldo entrou em seu lugar. Maikon Leite após receber ótima bola pela direita, só não marcou o gol, porque Alex Silva e Felipe em conjunto, tiraram a bola.
Fim de primeira etapa. Almas pro vestiário.
Volta pro segundo tempo e um Flamengo melhor foi visto. Aos 10, Welinton fez um bom desarme (eu aplaudi na hora rs). Renato abriu bola longa pra Thiago Neves, que cortou pro lado e na tentativa de levantar a bola pra Jael, acabou mandando direto pro gol. 1 a 0 Flamengo.
E a coisa que tenho mais raiva no Flamengo, voltou a acontecer. Flamengo abre o placar e em vez de ir para cima tentar o segundo pra liquidar a parada… RELAXA !
Palmeiras que não foi bobo, foi pra cima e começou gostar dos espaços cedidos pelo Flamengo. E conseguiu o que tanto queria.
Aos 18, Cicinho encontra Maikon Leite pela esquerda. Jogador entra na área do Flamengo e manda lá dentro. 1 a 1.
Aos 26, Luxa ainda tentou colocando Fierro (quem? –‘) no lugar de Aírton. Achando que o Fierro sabe marcar, talvez. Jael só não desempatou aos 32 porque Deola espalmou. Árbitro mandraque deu tiro-de-meta. Sendo que a defesa de Deola foi visível a olho nú. A não ser que o dele estivesse vestido.
Enfim.. tentativas ainda sobraram como uma de Thiago Neves no finzinho em que ele entrou na área e quando foi chutar cruzado, escorregou e desperdiçou a chance. Mas ficou nisso. Flamengo 1 x 1 Palmeiras.
Enfim, nação.. Mais um jogo se foi. Muitos estão com a esperança de Libertadores, outros como eu, querem o título e sabem que isso é muito possível. É aquilo que eu pensava e dizia antes do jogo de ontem: ” Não adianta tu secares teu rival, se nem tu sabes se tu vais vencer teu jogo.” Flamengo tem muito disso. Outra coisa que falei nesse post que o Flamengo tem é essa muquiranagem FDP de relaxar com apenas 1 gol a frente no marcador. Vai pra cima, porra! Tanto para tentar matar o jogo, quanto pro teu saldo de gols. Que isso pode fazer a diferença lá na frente. Enfim, agora é esquecer esse empate e focar com força total na próxima batalha que é nesse sábado em Fortaleza contra o próprio Ceará. Aquele mesmo, que nos tirou da Copa do Brasil em Maio e fez aquele nosso ‘Bonde sem Freio ficar parado na esquina’. Vamos descansar o R10 e o resto do elenco, e trabalhar forte pra sábado sairmos de lá com pelo menos a liderança provisória da competição. Obrigado a todos. Até a próxima se Deus quiser. E rumo ao HEPTA, seus medrosos. Yes, we can. ( Sim, nós podemos ) |¬ CRF
SRN 

Twitter: @Germano_CRF
Siga-nos no Twitter: @blogserflamengo
Curta a nossa Fanpage no Facebook: Blog Ser Flamengo
Perfil no Facebook: Ser Flamengo
Comentários