Flamengo 2 x 0 Nova Iguaçu – Campeonato Carioca 2012

Domingo de um jogo diferente no Moacyrzão. Domingo de Flamengo x Nova Iguaçu e domingo de reestreia de Vágner Love, o artilheiro do amor.

E ele entrou em campo demonstrando que estava com amor pra dar. Durante os primeiros 45 minutos, correu, ‘brigou’, disputou bola, chutou a gol. Tanto o ataque, quanto meio-campo se via bem produtivo. Ronaldinho, Love e Deivid, acertando bons passes e buscando tabelas pra confundir a zaga do Nova Iguaçu.

No meio, Renato, Léo Moura, Júnior César e Luiz Antônio se aproximavam mais da linha de frente para dar mais apoio ao ataque. Mas os erros de passes, atrapalhavam. Bottinelli que vinha jogando regularmente, foi sacado por Joel para auxiliar na entrada de Love. Coisa que se fosse eu, não faria. Sacaria Renato Abreu e escalaria apenas um volante, com Ronaldinho, Bottinelli e Luiz Antônio no meio.

Aos 8 minutos, Ronaldinho levantou e Deivid marcou, mas estava impedido. Lance seguinte, não teve pra ninguém. Love se livra do marcador com um giro de corpo, toca pra Ronaldinho e parte pra dentro da área. Ronaldinho sem dominar, toca de primeira por cima da zaga e deixa Love livre na cara do gol. O atacante bate em cima do goleiro que dá rebote, mas não segura o chute de Deivid. Flamengo 1 a 0.

Em seguida, David Braz quase ampliou numa boa cabeçada. Do lado do Nova Iguaçu, o time não atacava. Talvez, comedido com o ímpeto do Flamengo em partir pra cima. O time do interior se limitava a aguardar os contra-ataques. E mesmo quando conseguiam, eram sem qualidade.

Com o passar do tempo, o ritmo rubro-negro caiu. O Flamengo se segurou e esperou o apito final pro intervalo.

Fim de primeira etapa, almas pro banho.

Segundo tempo começou e o medo do Nova Iguaçu continuou. O Flamengo seguia mandando no jogo. Ronaldinho distribuía passes, se apresentava pro jogo, corria e fazia sua parte. Num desses bons lances, deixou Renato na cara do gol. Mas infelizmente, estava impedido. Aos 14, sofreu falta na entrada da área. Ronaldinho ajeitou pra bater a falta, mas Renato – ouvindo os pedidos da torcida – foi pra bola. Bateu seco, rasante e no canto do goleiro do Nova Iguaçu, que ainda espalmou, mas a bola foi lá dentro. 2 a 0 Flamengo.

O tempo passou e Joel decidiu mexer no time. Luiz Antônio e Deivid saíram para as entradas de Maldonado e Bottinelli. Ambos precisam pegar ritmo de jogo, urgentemente.

Love saíra aos 42 do segundo tempo para a entrada de Negueba. Muito aplaudido pelo ótimo jogo feito e com a certeza de que o amor voltou a reinar na Gávea.

E ficou nisso, Flamengo 2 x 0.

Carioca? Pra mim é obrigação, classificar. Mas se não der, não vou ficar desesperado. Eu quero mesmo é a Libertadores. Quero ganhar o mundo, como os caras de 81 fizeram. Quero ver esse time sem depender de ninguém pra ser feliz.

Para muitos, como eu, o Carioca, já perdeu a real importância que já teve há anos atrás. Para outros poucos, é uma competição de várzea que o Flamengo precisa vencer sempre. Tem que classificar sempre para as finais de Taçinhas Guanabara e Rio. Até ano passado eu pensava assim. Mas logo vi que isso é um baita retrocesso. Basta ver o exemplo que times como o Internacional e/ou o São Paulo, estão dando para o Brasil.

Colocam times medianos para disputar o estadual. Quase nunca ganham. Mas quem se importa? O torcedor se importa com isso? Não, porque esses mesmos times estão sempre brigando pelo título das Américas. E pela hegemonia do mundo.

Enfim, falei isso tudo, pra dizer a vocês de uma forma mais branda, que pra esse Carioca, não devemos jogar todas as nossas fichas, pensemos só e somente só na Copa Santander Libertadores. Competição cascuda, difícil, mas não ruim, ÓTIMA pra quem vai disputá-la. E quarta-feira, próxima quarta-feira, já temos a primeira batalha pela frente. Lanús x Flamengo, Flamengo x Lanús. Aí você me diz: “Ah, vai ser muito difícil, vamos jogar na casa dos caras. Com uma pressão absurda vinda das arquibancadas.” Aí eu te digo: “E daí? Isso aqui é Flamengo, meu filho. O rubro-negro não nasce pra ser medrosinho nem nada parecido. A gente nasceu e nasce pra isso mesmo.”

Não vou falar que espero que compareçam ao estádio, porque é bem difícil ir pra lá ver o jogo. Mas espero que cada um de vocês, de nós, de todo mundo que faz parte dessa nação, esteja na quarta-feira, com seu rádinho de pilha, ou na internet vendo o jogo. Já que muitas tv’s por assinatura não transmitirão a partida. Exceto as tv’s que têm o canal Fox Sports Brasil na sua grade de programação.

É isso, amigos. Que Deus nos abençoe e nos ilumine na próxima quarta-feira. E até a quinta-feira, se Deus quiser.

SRN

 
 
Twitter: @43germano
 
Siga-nos no Twitter: @blogserflamengo
 
Curta a nossa Fanpage no Facebook: Blog Ser Flamengo 
Comentários

No Comments

Leave a Comment