Flamengo segue imbatível no Maracanã

O Flamengo mais uma vez entre em campo com a faca entre os dentes. Obrigação de vencer a todo momento para que o risco do rebaixamento não volte a nos assustar. Penso que para jogar no Flamengo, qualquer motivação basta. Se for motivado por um bom momento de vitória é ótimo para qualquer jogador. Jogar e ter gana de vencer motivado somente por estar vestindo a camisa do Flamengo já deve ser uma satisfação inenarrável que nossos jogadores não valorizam. Ser motivado pela pressão do Manto que mais pesa no mundo do futebol não é para qualquer um.

Assim entraram nossos jogadores no primeiro tempo de jogo contra o Santos. Mano Menezes usou os desfalques que teve e colocou um time para jogar pra frente. Não há outra alternativa quando se trata de Flamengo jogando no Maracanã precisando buscar o resultado. O time como sempre faz o que eu venho falando faz tempo sobre seu modo de jogo; o time toca, toca, toca quando consegue acertar mais de três passes seguidos, mas não finaliza. Chega a dar agonia a quem assiste. Não é algo tipo Barcelona mode on porque o time da Catalunha tem jogadores de extrema qualidade e com o objetivo traçado. O nosso é algo chato! Toques para o lado e para trás.
Quando nos parece mais uma vez que o Flamengo vai ficar nessa “punhetação” com a bola e com a nossa paciência, numa ofensiva, Léo Moura finaliza em direção ao gol. Alguém lembra quando uma finalização do Flamengo foi em direção ao gol do adversário em dois jogos seguidos? Gol do Flamengo. Alívio! Tensão! Alivio! Dezenove minutos ainda é muito pouco tempo para acharmos que algo está garantido. Mesmo com a vantagem no placar, o Flamengo continuou buscando o ataque mesmo que sem ser efetivo, mas oferecendo muitos espaços ao time santista que chegou até com perigo em seus contra ataques.
O segundo tempo foi mais movimentado. Não sei se foi o nosso coração de torcedor ou o jogo mesmo. Mas as jogadas mais agudas que faltaram no primeiro tempo, não faltou na segunda etapa. Logo no inicio Hernane, provando que tem estrela faz o segundo gol do Flamengo, o que seria maravilhoso ter naquele momento dois gols de vantagem no placar se logo em seguida o juiz não marcasse um pênalti um tanto duvidoso para o Santos que diminuiu.
O Flamengo criou oportunidades, fez o que não fazia que era finalizar e teve oportunidades para matar a partida. Mas pra que ser fácil, né? O Santos parou de chegar com perigo e tirando um chute cruzado que assustou PV, o time santista não criou mais nada.
Seguimos imbatíveis no Maracanã que é de fato a nossa casa. Contamos com vinte mil torcedores presentes no Maracanã e se a diretoria não inventar, podemos trazer públicos interessantes ao longo dos jogos em casa, e como consequência disso, um time reforçado e com grandes chances de conseguir quem sabe, o alívio antes mesmos do que todos esperavam.
Twitter: @PoetaTulio
Sigam-nos no Twitter: @BlogSerFlamengo
Curta a nossa página no Facebook: Blog Ser Flamengo
Sigam-nos no Instagram: instagram.com/blogserflamengo
Comentários