Ídolo: Evaristo de Macedo

O Flamengo ao longo de sua história sempre produziu um celeiro de grandes ídolos! Aqueles ídolos que a história e nem o tempo apaga! Os grandes ídolos são eternos! Evaristo de Macedo que completa 80 anos hoje é um deles.

Evaristo começou a carreira no Madureira em 1950. Ficou no Clube até 1952 para realizar o sonho de jogar no seu Clube de coração, o Flamengo. Evaristo chegou a Gávea e logo em seu primeiro ano conquistou o Campeonato Carioca de 1953. Neste Campeonato, Evaristo marcou apenas um gol em quatro jogos.

Em 1954 se firmou como titular da equipe do Flamengo que conquistaria o Bi Carioca e foi o vice-artilheiro com treze gols e teve papel fundamental na conquista. Em 1955, Evaristo repete a dose para entrar de vez para a história do Flamengo. Com 13 gols no Campeonato Carioca, Evaristo tem papel importantíssimo na conquista do segundo tricampeonato Carioca.

Em 1955 foi convocado para a Seleção Brasileira. Evaristo é dono de um recorde até hoje não batido. No jogo contra a Colômbia, vencido pela Seleção por 9 x 0, ele marcou nada menos que cinco gols. Evaristo só não foi para a Copa de 58 porque se transferiu para a Europa, foi jogar pelo Barcelona em 1957.

Pelo Barcelona, Evaristo se tornou ídolo ao fazer muitos gols e conquistar títulos. No Barcelona foi bicampeão espanhol em 1959 e 1960 e tricampeão da Copa da UEFA em 1958, 1959 e 1960.

Em 1962 rumou para o maior rival do Barcelona para também se tornar ídolo e fazer história. Evaristo foi tricampeão espanhol em 1963, 1964 e 1965. Retorna ao Flamengo em 1964 onde em 1966 encerra a carreira.

Nas duas passagens pelo Flamengo, Evaristo fez 191 jogos e marcou 103 gols. Além do tricampeonato Carioca, conquistou os torneios Troféu Almana Idrotts Klubben e o Troféu Ponto Frio em 1957.

Evaristo teve três passagens como treinador do Flamengo, mas em outros Clubes que conseguiu obter grandes conquistas na carreira. Pelo Bahia foi seis vezes campeão baiano, Campeão Brasileiro e da Copa do Nordeste. Pelo Santa Cruz foi tetracampeão pernambucano. No Grêmio, conquistou um Campeonato Gaúcho e uma Copa do Brasil. Evaristo conta ainda com um pela Seleção do Qatar, a Copa Golfo Pérsico.

A história pontua os grandes craques, ídolos, jogadores que honraram a nossa camisa como ela merece; com amor, dedicação e raça. Evaristo simbolizou tudo isso no Flamengo. Não a toa é sempre relacionado entre os grandes ídolos do Clube.

Obrigado grande, Evaristo por tudo que fez pelo Flamengo e parabéns pelos seus 80 anos de vida. Como falei em nosso papo no Twitter, “ídolos são eternos”!

 

Twitter: @PoetaTulio

Blog Ser Flamengo no Twitter: @BlogSerFlamengo
Página do Blog Ser Flamengo no Facebook: Blog Ser Flamengo
Blog Ser Flamengo no Instagram: instagram.com/blogserflamengo
Blog Ser Flamengo no YouTube: youtube.com/blogserflamengo

Comentários

No Comments

Leave a Comment