INCOMODANDO… EU???

Incrível como o tempo passa e ditaduras e muros são derrubados. Entretanto a presunção e arrogância de certas pessoas continuam agarradas como ostra na pedra aos seus pequenos egos.

A tecnologia avança, as pesquisas científicas eclodem e os prepotentes continuam com sua “suposta” altivez decadente achando que são, de fato e de direito, donos do pensamento alheio.

Ei… você! É… você aí que pretende encarcerar palavras e pensamentos. Você que ainda não percebeu que o tempo passou e que, apesar de você, o amanhã já é outro dia.

Não se “tocou” que eleição (e qualquer outro tipo de pleito) já se faz com pluralidade de idéias e de ideais? Que a liberdade se faz presente na imprensa, na oralidade, nas atitudes, desde que estas não infrinjam regras e não transgridam leis?

Pessoa… você precisa se atualizar. Continência, agora, só nos quartéis para quem opta por ela.

Estamos em pleno exercício da democracia onde nos expressamos, participamos, concordamos ou discordamos
li-vre-men-te.

A era do medo acabou. Curtimos a era do respeito.

Convoco, conclamo e, por que não dizer: exijo lisura, presença, opinião, imparcialidade, honestidade, dignidade no julgamento das chapas que participarão do pleito à presidência do Mais Querido.

Tal exigência não configura, de modo algum, que não confio nos que farão tal julgamento. Muito pelo contrário.

Quem não deve, não teme. Quanto mais instrumentos que testifiquem a clareza e transparência desse processo, mais enaltecidos estarão nossos modernos, inseridos no contexto e imparciais conselheiros.

Se temos em nosso passado fragmentos sombrios em nossa história política e social, algo assim tipo escravidão, ditadura, coisas que nos envergonham profundamente, temos agora o prazer (inenarrável) de não precisar dissimular nossas preferências, nossas escolhas, em textos com inscrições subliminares, usando da desfaçatez filha da monstruosidade ditatorial.

Nação Rubro Negra, estamos à beira de escolhas que podem selar os caminhos do Clube de Regatas do Flamengo por mais alguns anos. Portanto não se intimidem em exigir total transparência nesse evento.

Não engulam sapos, porque seus estômagos não são um brejo.

Quem se sente incomodado com a exigência de luz sobre os fatos, provavelmente é amante das trevas ou tem algo a esconder. O que, com certeza, não nos pertence.

O Flamengo é uma agremiação abençoada. Teve/tem seus percalços (porque nada é perfeito…) mas só pelo fato de podermos expressar nosso amor (e indignação) livremente, já concluímos que: Ser Flamengo é um privilégio.

E, data vênia (porque sempre tem os ofendidos…), conclamamos a presença de todos os interessados nesse evento festivo, transparente e democrático, que será a escolha (quiçá julgamento…) das chapas aptas a concorrer nas eleições à Presidência do Maior do Mundo.

To incomodando? Presumo que não, Rubro Negro é um povo “bão”, sensato, conhecedor das leis e, acima de tudo, prima pela dignidade nos momentos cruciais do Clube.

Saudações Rubro-Negras.

#NadaImportaSemOFlamengo
Marcella de Miranda – @MarcellinhaRJ

Comentários