José Alencar; Grande homem, político e Rubro-Negro.

Em homenagem a José Alencar, que morreu na tarde de segunda-feira, 28 de março em São Paulo. Além de grande Rubro-Negro, concerteza um dos poucos políticos honestos que o Brasil já teve, apesar de não concordar com tudo que fez em sua vida pública. A presidente Patricia Amorim determinou luto oficial de três dias e solicitou que seja observado um minuto de silêncio antes da partida Flamengo e Duque de Caxias, no Engenhão, no sábado.
No fim do post o vídeo em que José Alencar recebe o time Hexacampeão em 2009 no Palácio do Planalto.

José Alencar teve a oportunidade de ver times que jamais veremos, como o time tricampeão do Carioca. Abaixo alguns dados da vida desse guerreiro Rubro-Negro.
Nascimento e vida

Nascido em Itamuri,distrito de Muriaé aos17 de outubro de 1931,filho de Antônio Gomes da Silva e Dolores Peres Gomes da Silva, começou a trabalhar com sete anos de idade, ajudando o pai em sua loja. Notabilizou-se como grande vendedor, tanto neste último emprego, quanto no anterior. Ainda durante sua infância, entrou para o movimento escotista.

Carreira profissional e empresarial

Aos dezoito anos, iniciou seu próprio negócio. Para isto contou com a ajuda do irmão Geraldo Gomes da Silva, que lhe emprestou quinze mil cruzeiros. Em 1967, em parceria com o empresário e deputado Luiz de Paula Ferreira, fundou, em Montes Claros, a Companhia de Tecidos Norte de Minas, Coteminas. Em 1975, inaugurava a mais moderna fábrica de fiação e tecidos que o país já conheceu.
A Coteminas cresceu e hoje são onze unidades que fabricam e distribuem os produtos: fios, tecidos, malhas, camisetas, meias, toalhas de banho e de rosto, roupões e lençóis para o mercado interno, para os Estados Unidos, Europa e Mercosul.
Carreira política
foi presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, presidente da FIEMG (SESI, SENAI, IEL, CASFAM) e vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria. disputou uma vaga no Senado Federal, elegendo-se com quase três milhões de votos. No Senado, foi presidente da Comissão Permanente de Serviço de Infra-Estrutura – CI, membro da Comissão Permanente de Assuntos Econômicos e membro da Comissão Permanente de Assuntos Sociais. Foi também Ministro da Defesa e vice-presidente do Governo Lula.
Problemas de saúde

José Alencar possuía um delicado histórico médico. A partir do ano 2000, enfrentou um câncer na região abdominal, tendo passado por mais de 15 cirurgias – uma delas com duração superior a 20 horas. Voltou a ser internado em março de 2011, vindo a morrer no dia 29 devido a uma parada cardíaca na sequência de uma falência múltipla dos órgãos.
Ps.: Descanse em paz guerreiro Rubro-Negro.
SRN!

Fonte de consulta: Wikipédia

Comentários