Legado? Estátua de Zico se desmantela na Gávea

O abandono do Maracanã vai muito além do campo e dos muros do complexo esportivo. O acervo histórico do estádio vem sofrendo também pelo descaso. Em janeiro, após ser invadido, o Maracanã teve dois bustos furtados: o do jornalista Mario Filho que dá o nome ao estádio e do ex-prefeito do Rio Ângelo Mendes de Morais. Agora outras peças do acervo histórico também sofrem.

Foto da estátua quando chegou na Gávea

Quando a Rio 2016 assumiu o Maracanã para as Olimpíadas, disse que utilizaria os espaços onde estavam a estátua do Zico, inaugurada em 2009 e mais algumas peças do acervo que estavam no hall da fama. A estátua do Zico, maior artilheiro do estádio foi para a Gávea no dia 19 de julho do ano passado. O local escolhido foi a Praça Carlinhos que fica ao lado da arquibancada. Sete meses depois, a estátua sofre com a chuva e o sol diariamente. O resultado são inúmeras rachaduras, buracos, a base, enferrujada tem um tipo de crosta e a placa também tem danos como pode ser visto no vídeo acima. E aí veio a pergunta: De quem é a responsabilidade? Do Flamengo? Do Governo do Estado? Da Rio 2016? Fomos atrás dessas dúvidas.

As estátuas de Zico por ele mesmo
O Maracanã morreu! #SOSMaracanã

Através de sua assessoria, o Flamengo informou que recebeu a estátua a pedido do Governo do Estado e por causa do homenageado, maior ídolo do clube. A assessoria ainda falou que teve muitos problemas com o transporte e escolheram a Praça Carlinhos por pensar que logo a estátua voltaria a sua origem. O clube ainda ponderou que todo esse processo foi feito de maneira muito rápida, quase de que de uma hora para outra. “O material da estátua foi feito para ficar num lugar fechado. Quando ela veio pra cá, tivemos que resolver rápido onde ia ficar. O Fla-Gávea faz o que pode ali. Toda vez que faz a limpeza do local, limpa a estátua também. Estamos analisando se vamos fazer algum tipo de reforma ou não, isso ainda está sendo conversado”, disse o clube.

Entramos em contato com a Rio-2016. O Diretor de Comunicação, Mario Andrada, deu certeza que vão deixar a estátua em perfeito estado para devolvê-la ao Maracanã, mas não deu previsão de quando isso será feito e ainda elogiou o Galinho: “Além de ser o campeão de todos os campeões do Maracanã, nos ajudou muito. A palestra dele para os funcionários do comitê antes dos Jogos foi marcante”, disse Mário Andrada que ainda disse querer ajudar o Governo do Estado a cuidar da Calçada da Fama, outro questionamento nosso.

Zico, o homenageado, disse a nossa reportagem: “Só sei que ela (a estátua) está no Flamengo, mas não sei do seu estado de conservação e muito menos o que fizeram com ela, não tenho a menor ideia. É triste o descaso com a historia do futebol no Maracanã”.

Zico sobre o abandono do Maracanã: “Isso me deixa indignado”

Em reportagem do blog Fim de Jogo, Daelcio de Freitas, porta voz da Concessionária Maracanã, informou que “Desde o inicio da concessão, janeiro de 2013, todo acervo histórico é de responsabilidade do governo. Ele está aqui dentro do Maracanã, mas quem tem o controle disso é a SUDERJ. Eles que tem a chave da sala, levantamento das peças… Isso é uma responsabilidade do poder público, não uma responsabilidade transferida para a Concessionária”.

Desde que foi reinaugurado o Maracanã em 2013, somente uma parte do acervo histórico e três pegadas ficavam expostas no Tour guiado e aberto a visitação do público. As formas dos pés de Pelé, de Garrincha e Roberto Dinamite, o busto de Garrincha e a rede e a bola do milésimo gol de Pelé ficavam expostos. Em maio de 2014 essas peças foram para essa sala de responsabilidade da SUDERJ, onde se encontram as outras peças e o Tour guiado suspenso. O mesmo aconteceu quando a Rio-2016 assumiu o Maracanã em 2016 para as Olimpíadas, mas além de guardarem as peças do acervo histórico e suspenderem o tour, enviaram a estátua do Zico pra Gávea.

Ao que parece, a estátua do Zico só deve voltar ao Maracanã, quando o seu “novo dono” for decidido e o estádio voltar a operar. Enquanto isso, diferente do acervo histórico que vive numa quente escuridão de uma sala do Maracanã, a estátua vive a sua maratona de sol e chuva na Gávea, resistindo enquanto não se torna uma medalha de pó.

Fotos da estátua do Zico na Gávea

Este slideshow necessita de JavaScript.

Tulio Rodrigues (@PoetaTulio)

+ Siga o Blog Ser Flamengo no Twitter, no Instagram, no Facebook e no Youtube.

Comentários