Londrina 0 x 1 Flamengo – Amistoso preparatório.

Bem, nação.. Primeiro pós-jogo de verdade do ano de 2012. Amistoso ontem no Estádio do Café em Londrina, público de mais ou menos 4 mil pessoas pra ver um Flamengo quase igual ao do ano passado. Poucas peças, mas poucas mesmo, foram mexidas para esse ano de 2012. A diretoria (que nem falo mais nada a respeito) só trouxe Magal, ex-lateral esquerdo do Americana-SP e o desconhecido Itamar, para o ataque. Contratos para ser renovados, e muitas outras coisas que dona Patrícia e sua turma estão tentando abafar para resolver.
Enfim.. Vamos ao jogo. Não quero estressar mais ainda vocês. rs
O semblante do time que começou a primeira etapa do amistoso, foi bem, digamos, cansativo. O time não conseguia acertar praticamente nada. Era um time pesado. O time do primeiro tempo foi: Felipe; Léo Moura, Alex Silva, Welinton, Júnior César; Aírton, Luiz Antônio, Willians, Renato; Ronaldinho e Deivid.
Já começou erradíssimo daí. Porque eu nunca vi no mundo do futebol, um técnico renomado como é o caso do Luxemburgo, escalando na cara-de-pau 4 volantes. O time do primeiro tempo era muito lento, pesado e praticamente sem criação alguma. Deivid se via sozinho lá na frente. Já que, sem criação, Ronaldinho se via obrigado a voltar pro meio para buscar jogo.
Nas laterais, mesma coisa da temporada passada. Léo Moura e Júnior César, tímidos, pouco produziram. Aírton e Renato, nada faziam se não marcar. Luiz Antônio era o único do meio campo que ainda conseguia se sobressair perante esse esquema ridículo que Luxemburgo colocou no time. Já que Willians ainda não combateu aquela mania de ser ‘muito agressivo’. Ele é um baita volante, isso é indiscutível. Mas se puder diminuir o excesso de vontade, fica muito melhor.
Falando da partida em si, só tivemos um único lance de perigo a favor do Flamengo. Quando aos 41 minutos, Luiz Antônio chutou bem de fora da área, obrigando o goleiro do Londrina a fazer boa defesa.
Fim de primeira etapa, almas pro vestiário.
Na volta pro segundo tempo, um time completamente mudado. Uma mescla de reservas com jogadores da base. Um time bem diferente, com relação a tudo. Tinha um meio-campo rápido e que partia pra cima. No gol, Paulo Victor fez boa partida. Não comprometeu. Na zaga, Gustavo e David Braz. Pouco fizeram, mas também não comprometeram. Nas laterais, do lado direito João Felipe, fez partida tímida, porém nada de ruim. Lado esquerdo com Magal, não supreendeu. Algumas investidas no ataque, mas sem sucesso.
No meio-campo, Victor Hugo, também fez um jogo tímido. Por isso, prefiro aguardar mais apresentações dele pra poder ter uma opinião sólida sobre o garoto. Muralha como sempre jogou bem. Volante rápido, dócil e que sabe sair pro jogo. Negueba, infelizmente jogou pouco. Apenas 11 minutos. Porque se machucou e teve que sair carregado. Já Bottinelli, o nome do jogo, tentou criar, se movimentou, driblou e contribuiu. Aos 30 minutos, após falta sofrida por Jael, bateu no ângulo e marcou um golaço. É um tipo de jogador que a nação pode confiar. Voltou de lesão, mas voltou bem.
E no ataque, nada de novo. Jael, naquele velho estilo pesado e raçudo. Só que ontem não fez nada demais. E Itamar se mostrou ser um jogador lento e pesado. Mas espero que com o tempo ele me mostre que eu estou completamente errado.
 Enfim, nação. É isso ! Jogo contra o Londrina serviu para termos uma noção do que nos espera para 2012. Muitos reclamam e com razão, da lentidão da diretoria para contratar e até mesmo para manter seus jogadores. Concordo. Mas vamos fazer um pacto? Esperar até domingo, pra esse jogo contra o Corinthians, pra tirarmos conclusões mais sólidas e definidas acerca desse time. Obrigado a todos e até o domingo.
SRN

Twitter: @43germano
Siga-nos no Twitter: @blogserflamengo

Curta a nossa Fanpage no Facebook: Blog Ser Flamengo
Comentários

No Comments

Leave a Comment