O 762 está de volta.

1074482_heroa

Após ver alguns lances da vitória do Flamengo no último jogo, sobre o Volta Redonda, me senti animado e um pouco revoltado também. Mas a intenção de escrever hoje, não era nem é pra falar sobre nossa “ótima” arbitragem, a nível regional e nacional.

Eu quis escrever sobre o Paulinho, que voltou da melhor forma possível. Aquele Paulinho que infernizou as zagas de Goiás e Botafogo, na Copa do Brasil do tri em 2013. Aquele Paulinho que fez um golaço contra o Vasco, na primeira final do Campeonato Carioca do ano passado. E também aquele Paulinho do segundo gol, contra o Emelec no Equador, pela Libertadores passada.

O Paulinho que voltou contra o Volta Redonda foi o verdadeiro Paulinho conhecido por todos os rubro-negros. Alternando posições. Ora aparecia na esquerda, ora na direita. À La Garrincha, entortava a marcação, driblando pra um lado e pra o outro. Recebeu uma bola chutada por Cirino e emendou de primeira, de direita, quase no ângulo do goleiro do Volta Redonda e foi comemorar.

Sua volta anima bastante e abre um clarão para Luxemburgo que pensou um Flamengo veloz para 2015, quando pediu a contratação de Marcelo Cirino pra fazer companhia a Gabriel e Everton. Na minha ótica, Paulinho pode ser meia e atacante, porém se dando melhor como ponta esquerdo. Assim como jogou em 2013, sob o comando de Jayme de Almeida, quando atuava na esquerda auxiliando André Santos.

Paulinho retorna para dar mais velocidade, inteligência e poder de finalização ao Flamengo. E convenhamos: ele, Everton e Marcelo Cirino, em suas melhores formas, podem infernizar qualquer time desse país. Mas azar o deles, porque o 762 está de volta!

Twitter: @43Germano

Blog Ser Flamengo no Twitter: @BlogSerFlamengo
Página do Blog Ser Flamengo no Facebook: Blog Ser Flamengo
Blog Ser Flamengo no Instagram: instagram.com/blogserflamengo

Comentários

No Comments

Leave a Comment