O REI DO TAPETÃO

Tem certas coisas nessa vida que se questionam, e não podem ser explicadas nem com todos os mais requintados termos jurídicos desse mundo. Uma delas, é o prestígio de qual goza o Fluminense junto a CBF e STJD. Ser leiga nas artes jurídicas não me torna cega. É muito nítido quando se usam duas medidas para a mesma situação. É muito nítido quando somos feitos de palhaço e não se faz questão de esconder isso.
Podem até dizer que é mimimi de flamenguista. Que se danem. Eu e meus irmãos de Manto Sagrado não precisamos sentir nenhum tipo de recalque. É sabida a nossa infinita superioridade. O que eu venho, através deste, reclamar, é de interesse geral. Por todos nós torcedores, que vibramos por um resultado em campo, e não temos a preparação espiritual para nos acostumar a vê-los mudados a base da canetada. Ao menos não, quando não há injustiças.
Tenho que salientar a importância das regras. Sim… sem regras a sociedade não caminha. Mas toda regra precisa ser aplicada com garantia de igualdade e justiça. O que se dá ao irmão Francisco, que se dê ao irmão José. Preciso que me convençam que é lícito, que o Fluminense campeão de 2010 não tenha perdido pontos, tendo cometido erro congruente ao da Lusa, e semelhante ao que fez o Fla perder 4 de seus pontos. No próprio campeonato de 2013 houve time pagando multa, e não perdendo pontos por escalação irregular.
O rei do tapetão hoje sorri por sambar na cara de nós, amantes do futebol. Eu, como flamenguista, sinto uma mistura de nojo e pena. Nojo dessa calhordice, e pena por tanta mediocridade. É que enquanto eles comemoram por contornar os resultados na canetada marota, nós Rubro-Negros comemoramos passado e presente repletos de glória alcançada nos gramados. 
Meus parabéns, Fluminense. Fora de campo, vocês são inigualáveis. Recorram, quem sabe não disputam a Copa do Mundo?

Twitter: @BrunaUchoaT

Blog Ser Flamengo no Twitter: @BlogSerFlamengo
Página do Blog Ser Flamengo no Facebook: Blog Ser Flamengo
Blog Ser Flamengo no Instagram: instagram.com/blogserflamengo

Comentários