O Vasco se encontrou onde o Flamengo se perdeu.

O Flamengo tinha 90 minutos, um jogo inteiro pela frente para vencer o Vasco e afastar qualquer sintoma de crise. Uma crise que ameaça voltar a se instalar caso a coisa piore. Por enquanto, Oswaldo não foi criticado e o cenário não mostra também erros por parte do treinador. O Flamengo que mais uma vez perdeu para o Vasco é reflexo de um time sonhador, que deixou de jogar como manda sua grandeza e da forma que chegou a vencer 6 partidas seguidas até 3 rodadas atrás.

Para o jogo de hoje, Jorge voltou à equipe e Ayrton praticamente voltou a atuar novamente na vaga do machucado Pará, que saiu durante o jogo. Emerson foi o autor do único gol do Flamengo. A jogada ocorreu aos 11 minutos de jogo no primeiro tempo, quando Jorge cruzou, Guerrero ajeitou e Emerson empurrou para o gol na pequena área.

O panorama era ótimo. O Flamengo tinha a vitórias nas mãos, o Vasco não conseguia criar jogadas e tinha um buraco no meio-campo. Porém, o Flamengo também não chegava. Prova disso foi que o primeiro tempo terminou com pouco mais de 3 finalizações de ambos os times.

O segundo tempo veio e a reação vascaína também. O Vasco de Jorginho foi chegando aos poucos, gostando do jogo e o Flamengo recuando. Com a típica postura de time já vitorioso, sendo que ainda faltavam pouco mais de meia-hora para o fim. O que o Flamengo faz em 95% das vezes.

E a reação teve resultado, e em curto espaço de tempo. O Vasco só precisou de quatro minutos para virar o jogo e atordoar o Flamengo. Aos 12, falta na entrada da área. Rodrigo bateu com efeito, próximo ao ângulo esquerdo de Paulo Victor. O Vasco empatava o jogo.

Aos 15, um cruzamento, Jorge subiu para cortar e a bola bateu em sua mão esquerda. Duvidoso, mas marcado e convertido por Nenê. Virada vascaína.

O Flamengo pode ter tudo, mais títulos, mais história, Libertadores, Mundial, nenhum rebaixamento, mas uma coisa hoje o time não tem mais: a vontade de vencer. Não é difícil saber de onde vem toda essa gana do Vasco em sempre nos vencer. Para além da árdua luta contra o rebaixamento, o time de Jorginho, que também é de Eurico Miranda, pode até escapar do rebaixamento e ver o Flamengo perder a tão sonhada vaga na Libertadores. Se não é isso que o Flamengo quer, que trate de correr atrás. E se tiver homem lá dentro, que se apresente, pois hoje eu não vejo um. Com certeza o torcedor também não.

Ficha técnica

Flamengo 1 x 2 Vasco

Campeonato Brasileiro, 28ª rodada

Local: Estádio Maracanã, Rio de Janeiro

Data: 27 de setembro de 2015 (domingo)

Árbitro: Leandro Vuaden

Assistentes: José Silveira e Rafael Alves

Cartões amarelos: Paulo Victor, Jorge, Márcio Araújo, Emerson e Guerrero(Flamengo); Madson, Luan, Júlio Cesar, Julio dos Santos, Nenê e Lucas(Vasco)

Flamengo: Paulo Victor; Pará, César Martins, Samir e Jorge; Márcio Araújo, Canteros e Alan Patrick; Paulinho, Emerson e Guerrero. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Vasco: Martín Silva; Madson, Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Bruno Gallo, Julio dos Santos, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Leandrão. Técnico: Jorginho.

Twitter: @43Germano

Blog Ser Flamengo no Twitter: @BlogSerFlamengo
Página do Blog Ser Flamengo no Facebook: Blog Ser Flamengo
Blog Ser Flamengo no Instagram: instagram.com/blogserflamengo
Blog Ser Flamengo no YouTube: youtube.com/blogserflamengo

Comentários