Os vice-presidentes que falam e os que somem

Quem é antigo nas Redes Sociais, sabe que o perfil oficial do Flamengo era uma nulidade e que vice-presidentes passavam longe, e até olhavam torto. Até mesmo para nós, mídias independentes. Os anos passaram e a realidade é bem diferente hoje. As Redes Sociais do clube são amplamente bem gerenciada e participativa. Os vice-presidentes também.

Sei que há quem não goste que os vice-presidentes sejam assíduos, por exemplo no Twitter. Eu curto bastante. Claro que há exageros como bate-boca com perfis fakes, ex-dirigentes e jornalistas, mas ver a opinião sobre certos assuntos ao serem questionados é salutar.

Antonio Tabet, vice-presidente de comunicação, Daniel Orlean, de marketing, Rafael Strauch, de Administração e agora também Gabinete da presidência e Luiz Filipe Teixeira, de Tecnologia da Informação são os mais presentes. Cláudio Pracownik, vice-presidente de finanças também já foi ativo, mas há tempos que não usa a rede. Vale ressaltar que muitos que não utilizam Redes Sociais são solícitos para esclarecimentos, entrevistas… como Alexandre Wrobel, vice-presidente de Patrimônio, Alexandre Póvoa, vice-presidente de Esportes Olímpicos. Também temos o vice-presidente geral do Flamengo, Mauricio Gomes de Mattos que é bem ativo no Facebook.

Lembro que antigamente muitos reclamavam que o perfil oficial deveria ser mais interativo, que dirigentes falassem diretamente com o torcedor, mas muitas vezes vimos criticas quando os dirigentes colocam suas opiniões no Twitter, por exemplo. Eu cheguei a falar sobre isso num vídeo que fiz sobre a ‘treta’ entre Antonio Tabet x Felipe Melo.

Há vice-presidentes que não se faz presente em momento algum. Só olhar a vice-presidência do Fla-Gávea. O vice-presidente Humberto Mota não se faz presente nas reuniões do Conselho Deliberativo, eventos do Fla-Gávea, inaugurações, nada. É um rosto amplamente desconhecido dos sócios e torcedores em geral. Participação nula e mais parece que deu somente o nome para preencher o cargo, pois quem toca e se faz presente nos assuntos relacionados a pasta é o vice-presidente geral, Mauricio Gomes de Mattos. Assim falam nos bastidores.

Eu prefiro os atuantes, os que falam, dão a cara, pois na hora de cobrar, sabemos onde achar dos que servem somente para objetivos políticos internos que serve a interesse de poucos e que nada acrescenta ao Flamengo de 40 milhões de apaixonados.

Tulio Rodrigues (@PoetaTulio)

+ Siga o Blog Ser Flamengo no Twitter, no Instagram, no Facebook, no Youtube e no Dailymotion.

Comentários