Paciência, torcedor!

Depois de um tempo longe do universo rubro-negro, sem tempo(quando o tenho, faltam-me ideias) para escrever neste espaço(coisa que me deixa triste) e sem gás para acompanhar o Flamengo desde a reta final do Brasileiro.. volto aos poucos à vida ativa de torcedor e rubro-negro apaixonado e percebo que, se tudo que foi dito pelo Sr Eduardo Bandeira de Mello e seus comandados for verdade, terão outro inimigo pela frente até tudo se ajeitar: a torcida.
E quando falo “torcida”, não me refiro apenas àquela que vai pro Engenhão, pra Volta Redonda, Macaé e etc. Falo no geral! Do torcedor mais apaixonado, que compra ingresso para todos os jogos e sempre está lá, gritando, empurrando e apoiando o time, até o ‘torcedor de sofá’, que paga seu pay-per-view ou apenas assiste pela TV aberta e rádio, quando pode.
A questão é complexa e vai ser uma tarefa árdua e ruim demais para a nova diretoria. Fazer com que o torcedor aceite que este ano não teremos NADA, absolutamente NADA de relevante para comemorar. A não ser se as vendas de camisas e produtos oficiais tenham uma venda absurda(no sentido positivo, é claro) em todo o país e que o marketing funcione de verdade, a partir de agora.
E a questão está sendo mais complexa ainda para quem está se deixando levar pelos resultados do time em campo. Derrota pro Botafogo na semifinal da Guanabara. Foi até impactante devido o efeito que o time nos mostrava dentro de campo rodadas antes. O time que era o patinho feio do Campeonato, foi deslanchando, ganhando e.. caiu no momento que ‘não podia cair’(até odeio ter que citar essa expressão, por ser burra).
Início de segundo turno do Campeonato Carioca e apenas 1 pontos em dois jogos disputados com pequenos do estado. E mais uma vez não me revolto com isso. Alguns discordam da minha linha de pensamento, com todo o direito. Querem o melhor pro time e exigem melhora. Porém, não só eu, como muitos outros torcedores dizem o mesmo: Você quer uma vitória genial sobre um Resende agora, um título Carioca, seguido de um brasileiro lá na frente, com o time acumulando rios de dívidas e sem esperança de melhora, ou você quer um time perdendo para um Quissamã, Volta Redonda, Olaria, perdendo o título Carioca, saindo na primeira fase da Copa do Brasil, ficando no ridículo – porém modesto – 12º lugar do brasileiro e daqui dois, três anos conquistando uma Libertadores e totalmente estruturado e com seu respeito e credibilidade resgatados em todo o mundo?
Posso até estar errado quanto ao tempo de estruturação que o time necessita pra voltar a ser um gigante, e posso até estar dando confiança demais a essa nova diretoria mas a linha de pensamento é essa. E você, torcedor do Flamengo, tão apaixonado quanto eu.. o que me diz?
Twitter: @43Germano
Sigam-nos no Twitter: @BlogSerFlamengo
Curta a nossa Fanpage no Facebook: Blog Ser Flamengo
Comentários

No Comments

Leave a Comment