Política de comentários

Os comentários nos artigos de um blog são, sem dúvida, a principal forma de contato entre o visitante e o autor e deve ser sempre um canal aberto. Mas é bom ter algumas regras e parâmetros para que tudo funcione bem e o contato seja eficiente e útil para todos os visitantes, já que os comentários passam a fazer parte do artigo ali publicado. Os comentários precisam ser relevantes para outras pessoas e têm que agregar valor à postagem.

Seguem as regras de comentários aqui do [Blog Ser Flamengo]

Os comentários são posteriormente moderados.

Todo comentário que recebo são moderados previamente. Só são mantidos os comentários que eu, Tulio Rodrigues, o autor e editor-chefe deste blog, considerar adequado para o artigo em questão.

Não tenho interesse em publicar nada que ofenda a mim ou outros, nem que seja uma crítica impertinente ou desnecessária. Nos comentários só são mantidos textos que valorizam o que fazemos aqui e agregando valor ao conteúdo. O Comentário precisa ser útil!

Comentários enviados e mantidos continuam sendo de responsabilidade dos seus autores (por isso não é permitido o anonimato). Fica a critério do moderador a manutenção ou não de qualquer conteúdo enviado, aprovado e publicado por terceiros.

Os comentários têm de ser relevantes.

Para um comentário ser considerado relevante é preciso que tenha sido feito sobre o assunto correspondente ao artigo. Se deseja tratar de outros assuntos ou levantar mais questões ou sugerir artigos – qualquer coisa que não está tratado no artigo em foco, faça isso usando nosso email: serflamengo@gmail.com.

Não deixe links no corpo do comentário.

Mesmo que o comentário seja pertinente ao assunto, se tiver algum link, mesmo que no final do texto, será excluído.

Alguns links poderão ser mantidos dependendo de sua relevância para o assunto. Mas caso o link seja identificado como mera tentativa de auto-promoção, então será excluído.

Escreva de forma consistente e clara.

Alguns escrevem comentários com péssima gramática e gritantes erros de português. Outros simplesmente escrevem duas ou três palavras (“valeu…”; “ótimo artigo…”; “SRN…” entre outros). A grande maioria das vezes esse tipo de comentário é rejeitado e excluído na hora. São úteis para manter-nos motivados, mas não acrescentam em nada.

Críticas, sugestões e correções.

Se tem alguma crítica a fazer sobre o artigo ou quer dar alguma sugestão para completar o texto publicado e até se encontrar algum erro, pode fazer isso pelo comentário referente ao artigo, mas pode ser que sua crítica, sugestão ou correção não sejam publicados. Isso não significa que ignorei seu texto.

As críticas são todas lidar e levadas em consideração. Sei que eu sou limitado e posso sempre melhorar e aceito todo tipo de crítica. Mas os comentários não são lugar para isso. Mande um e-mail se deseja receber uma resposta.

Spam e outras divulgações impertinentes.

Nem é preciso dizer que qualquer outra forma de comentário será excluída sumariamente.

Também dou-me o direito, como editor-chefe, de não publicar textos muito longos ou mais de um comentário enviado pela mesma pessoa em períodos muito curtos de tempo.

Concluindo.

Os Comentários dos artigos são o seu espaço para dar sua opinião, completar o debate sobre os assuntos que tratamos aqui. Use esse espaço de forma consciente e objetiva, pensando não só em si mesmo, mas em todos os outros que visitam nosso espaço. E, como já disse no início, reservo-me o direito de aplicar ou não essas “regras” descritas acima e até modificá-las quando quiser e como quiser, da melhor forma que considerar.

Não nos comprometemos com a imagem dos que comentam e o que escrevem NÃO representa a opinião do blog e seus autores/editores.

Comentários

3 Comments

  • Olavo tem razão! – Editorial sobre a eleição do Flamengo | Blog Ser Flamengo 23 de julho de 2015 at 07:00

    […] Política de comentários […]

    Reply
  • oldemar souza figueiredo 25 de outubro de 2015 at 22:08

    Sobre seu comentário do Flamengo, do desinteresse do Paulinho, os chutes do Gabriel, os passes do Canteiros, os equívocos do Oswaldo de Oliveira, enfim, o caos que se instala no Flamengo. Pelo menos para os torcedores isso tudo deve estar um caos. Pra mim está! Jogador que não está bem acima da média e só trabalha aquilo que sabe está fadado ao fracasso ou a mesmice. Continuar a cometer os mesmos erros. É inadmissível jogadores como o Paulinho, Gabriel, Canteiros, Samir, Jonas, Luis Antônio e outros, errem sempre os mesmos erros e ninguém observe isso… Onde estão os profissionais que trabalham no Clube? Como pode um jogador não saber chutar? Como pode não saber passar uma bola? Como o jogador não se desmarca para receber? Como deixa atacantes perigosos, livres e desmarcados? … Onde está o treinador que não os observa na semana seguinte de trabalho, a ponto de se passarem meses e os mesmos erros serem cometidos? Se o jogador comete tantos erros e não sabe como corrigir nem tem quem o corrija tende a perder a motivação e assume a sua incapacidade permanente ou vive de ilusão que um dia vai melhorar! Só que não vai. Só o treinamento corrigindo as falhas resolve. Isso significa que todos esses jogadores acima continuarão a nada oferecer ao Flamengo. Serão sempre um peso morto aos cofres do Clube.

    Reply
  • almir araujo 17 de janeiro de 2016 at 21:00

    caro tulio ,sou leitor assíduo do seu blog e gostaria de deixar minha opinião sobre algo ainda não explorado em seu blog.o flamengo esta disposto reformar o estádio do campo grande para jogar o brasileirao,passando este estádio ter a capacidade de no máximo 20 mil lugares,nao discuto o lugar ou o plano de marketing e sim o fato que já temos um estádio e nele e que temos que investir,partindo para a briga com quer que seja{prefeito ,governador e associação de moradores }e fazermos a gávea ter a capacidade aumentada para 20 ou 25 mil lugares com dinheiro de empresas interessadas e de nossos próprios torcedores que esperam somente um chamado da nossa diretoria para participar desse projeto.saudacoes rubro-negras

    Reply

Leave a Comment