Resenha – Por trás dos muros da Gávea

 Hoje temos muitos livros que tem como tema o Flamengo. Nos últimos anos, mesmo que timidamente as editoras estão investindo para a preservação da memória do clube e de seus ídolos. Porém, devemos ressaltar que nenhum trata de forma tão rica os bastidores políticos como o livro “Por trás dos muros da Gávea” de William Santos da editora Autografia. Já de conteúdo polêmico, o lançamento do livro, no dia 23 de julho, contou com uma confusão entre os Conselheiros do Clube Gonçalo Veronese e Allan Flávio Fonseca.

William Santos autografa o livro em lançamento

O autor William Santos é contabilista, sócio benemérito do Flamengo e pelo clube já foi diretor de basquete, vice-presidente do Conselho Fiscal e Gerente de Controladoria. Com 40 anos de vivência no universo Rubro-Negro, William diz conhecer “como funciona culturalmente a engrenagem do Flamengo nos seus aspectos político, econômico e organizacional”. 

O livro, dividido em partes, começa com aspectos históricos do Flamengo como a sua fundação, a criação do Departamento de futebol, o primeiro Manto Sagrado, hino e marcha do Flamengo, a tradição no basquete, e outras curiosidades como a conquista da Taça Salutaris e a primeira Torcida Organizada do Brasil.

Em sua segunda seção, o autor aborda os aspectos patrimoniais do Flamengo como a Sede da Gávea, Edificio do Morro da Viúva, a mansão de São Conrado e o CT George Helal. Essa seção termina com a definição do “Novo perfil de Cartolas” que se dá na década de 1970.

O livro mostra que o começo desse novo perfil se dá com a vitória da FAF que elegeu Márcio Braga para o biênio 1977/1978. Após esse biênio, o livro afirma que o gosto pelo poder tomou conta dos dirigentes e se perpetua até hoje. William dos Santos nos mostra de forma didática como em sua opinião deve atuar um dirigente esportivo, as suas virtudes e fundamentos para uma boa gestão.

Mais a frente é abordado de forma profunda a política do Flamengo apontando pontos para como colocado no livro, chegam a “promiscuidade de interesses pessoais” como – Histórias mal contadas, Balcão de negócios, Denúncias, Escândalos, Crises constantes, Baixa estima, Desrespeito ao Estatuto e Gestões temerárias. –

Ex-presidente Kléber Leite

Detalhes antes desconhecidos do grande público sobre os presidentes e seus aliados são abordados como a transferência de Zico para a Itália que por tamanha repercussão fez o presidente campeão mundial Antônio Dunshee de Abranches renunciar. O livro mostra detalhes da transação. No livro há duras críticas a gestão do ex-presidente Kléber Leite rotulada como “Um balcão de negócios”. Mostra ainda detalhes de nada menos que 206 transações de atletas em 4 anos, detalhes sobre um suposto caixa 2 e até mesmo um “propinoduto Rubro-Negro”.

É abordado como as questões políticas prejudicam o Flamengo como o número excessivo de vice-presidentes, falta de controle interno, número excessivo de funcionários, falta de uma política de recursos humanos e o uso político do Conselho Fiscal. 

Rio, 05/12/2006, Márcio Braga é reeleito presidente do Flamengo. Ele teve 1.688 votos. Foto: Cezar Loureiro / Agencia O Globo

A parceria com a ISL ganha destaque que vão além do escândalo. Peculiaridades do dia a dia daquela época são falados como a liderança política do então presidente Edmundo Santos Silva enquanto a parceria gerou frutos ao clube. A ISL faliu e o Flamengo junto com seu presidente foi parar na CPI do futebol. O caso Valnei foi a gota d’água para impeachment de Edmundo que conflagrou numa crise política. O livro ainda faz uma denúncia eleitoral, afirmando que em 2006, a eleição que teve como vitorioso o presidente Márcio Braga foi fraudada.

Aspectos polêmicos que vez ou outra vem a tona é mostrado com detalhes e muitos números como a real redução da dívida do Flamengo na gestão do presidente Eduardo Bandeira de Mello e fala de “Maquiagens” no Balanço de 2014 do clube como na redução de passivos, deduções de receitas e a troca da dívida pública pela privada. Muitas críticas são feitas a atual gestão como a transação dos jogadores Carlos Eduardo e Gabriel. As críticas não param. O livro termina com dois textos de Siro Darlan, conhecido Desembargador e sócio benemérito do Flamengo que fala de perseguições políticas feitas pela atual gestão e da falta de democracia.

Mesmo com uma pegada crítica e polêmica, o livro traz a tona assuntos de bastidores na política nunca abordados antes. Por hoje termos um grande número de torcedores interessados na política do Flamengo, o livro se torna leitura fundamental. E a leitura deve ser feita sem paixões partidárias, preferências políticas ou de candidatos. Procure uma leitura racional! Quem sabe não teremos outros livros como esse? Vale a reflexão!

No dia 13 de agosto, o autor e a editora promovem outro lançamento. Mais informações: Clique aqui

Título: Por trás dos muros da Gávea
Autor: William Santos
Isbn: 9788555261428
Idioma: Português
Páginas: 178
Ano de edição: 2015
Edição:

Para comprar o livro: Editora Autografia

Twitter: @PoetaTulio

Blog Ser Flamengo no Twitter: @BlogSerFlamengo
Página do Blog Ser Flamengo no Facebook: Blog Ser Flamengo
Blog Ser Flamengo no Instagram: instagram.com/blogserflamengo
Blog Ser Flamengo no YouTube: youtube.com/blogserflamengo

Comentários

3 Comments

Leave a Comment