Pré-jogo – Flamengo x Cruzeiro – Copa do Brasil 2013

Parecemos predestinados ao sofrimento. Digo, nós torcedores em geral. A ligação intrauterina e emocional que temos com o Flamengo no nosso caso, vai causando marcas desde a infância. O engraçado é que quanto mais sofremos mais amamos, mais nos parecemos masoquistas, loucos, Kamikases… Parece que gostamos de sofrer. O que não é verdade!
Há aquele sofrimento que aprendemos logo que passamos a torcer mesmo pela TV. Nos primeiros minutos de atenção, e apego podemos perceber o quão é angustiante quando o time ataca e quando é atacado.
O futebol para quem não acompanha pode parecer algo minimalista e sem graça com definições do tipo: “vinte e dois homens correndo atrás de uma bola, que graça tem isso?” ou “ver na televisão é a mesma coisa de ir ao estádio”. Não! Pelo menos para mim, o futebol vai muito além dos homens que correm atrás da bola na cancha, dos homens que vestem o Manto Sagrado, tenho com o futebol (do Flamengo) uma ligação emocional e sentimental que em texto algum daria para escrever.
Nada no mundo se compara em ver o seu time do coração no estádio lotado, ainda mais quando esse estádio é o Maracanã. Tudo aqui que sentimos dobra de proporção a ponto de até mesmo haver infartos fulminantes na arquibancada por torcedores que sentem mais à flor da pele do que outros.
Tudo isso justifica a procura incessante da Nação Rubro Negra por ingressos para o jogo dessa quarta-feira. Não nos importa a condição do time, mostramos que fazemos a diferença lá em cima e quem nos tem como aliado, não deve temer a nada. É um amor que não se mede e que nem mesmo tem garantia de retorno por parte do Flamengo. Estamos sempre correndo o risco de sairmos frustrados do estádio amargando mais uma derrota, mais uma desclassificação ou um empate sofrido no último minuto. De que importa?
Se houvesse ao menos uma compaixão por parte dos nossos cartolas, tenho certeza que os serviços ora apresentados para compra, troca e retirada de ingressos seriam bem melhor, e o tratamento mais fino com quem tanto sofre em nome de um amor inexplicável.
Sistema que não funciona, longas filas, informações desencontradas… Até quando Flamengo? Até quando vão tratar como lacaios quem somente lhe ama e quer lhe ajudar por puro e simples amor? Até porque esse é o discurso; de que tem que ser no amor da nossa parte para com o Flamengo, mas um tratamento mais carinhoso conosco não seria nada mal. A verdade é que vocês tem uma Nação, mas nos oferecem serviço no nível de time regional. Nada feito de mínimo comporta a torcida do Flamengo. Somos feitos para logísticas superlativas. 
Sobre o time que vai a campo na quarta-feira? Incógnita geral! Elias joga? Carlos Eduardo será titular? Não importa! A peça mais importante de toda engrenagem da história do Flamengo estará presente apoiando sem olhar a quem, sem querer nada em troca… Quem? Eu, você, ele,… a Nação Rubro-Negra!!!!
Ficha técnica:
Flamengo x Cruzeiro
Loca: Maracanã – RJ.
Data-Hora: 28/08/2013 – 21 h 50 min
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (SC) e Marcelo Bertanha Barison (RS)
Transmissão: Rede Globo
FLAMENGO: Felipe; Luiz Antonio, Chicão, González e João Paulo; Cáceres, Elias (Val), André Santos e Fernando; Paulinho (Carlos Eduardo) e Marcelo Moreno
Técnico: Mano Menezes
CRUZEIRO: Fábio, Ceará, Dedé e Bruno Rodrigo e Everton; Nilton, Souza, Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart; Willian e Borges
Técnico: Marcelo Oliveira
Obs: Texto feito no lugar da colunista Anitta Buarque que ficou impossibilitada de fazer o pré-jogo.
Twitter: @PoetaTulio
Sigam-nos no Twitter: @BlogSerFlamengo
Curta a nossa página no Facebook: Blog Ser Flamengo
Comentários

No Comments

Leave a Comment