Pré-jogo – Flamengo x Lanús – Copa Santander Libertadores da América.


Simplesmente, não há outra palavra que possa definir esse jogo, que não seja Guerra. O Flamengo tinha uma situação, não absurdamente, mas digo muito tranquila na Libertadores até a 3ª, ou até mesmo a 4ª rodada da fase de grupos do torneio.
Empatar nunca é ruim, soma-se um ponto sempre. Empatar em casa, fica aquele sabor de “Não foi ruim, mas também não foi bom. Sabíamos e sabemos que podíamos e podemos ter feito mais que isso. Mas não foi possível.” A participação do Flamengo na Libertadores 2012, até aqui, foi em partes, turbulenta e em partes ‘burra’. O time começou contra o próprio Lanús, na primeira rodada lógico, empatando em 1 a 1, lá na Argentina. Não seria considerado um tropeço se o time não tivesse um jogo teoricamente fácil nas mãos, como teve. Então “tropeço 1”.
Segunda rodada, jogo contra o Emelec no Engenhão. Torcida comparece. Não lota, mas vai! Time joga estranhamente bem, mesmo sofrendo com a retranca do time equatoriano. 1 a 0, gol de Love.
Terceira rodada. Contra o Olimpia em casa. Era a noite perfeita, o jogo perfeito, a hora do Flamengo vencer e disparar na ponta rumo á classificação para as Oitavas da Copa. Time joga muito bem, abre 3 a 0. Mas em 15 minutos de apagão, toma 3 gols e vê toda aquela tranquilidade virar sinal de alerta.
De certa forma, ainda não tínhamos motivos para pânico. Faltavam ainda 3 jogos. 9 pontos a serem disputados e a certeza de classificação tranquila.
Quarta rodada. Dessa vez, contra o Olimpia, jogo fora de casa, em que o Flamengo precisava ao menos de um empate pra não ficar em situação tão delicada. Time começa jogando bem, porém cede terreno ao adversário e sai derrotado. O Flamengo agora precisaria de duas vitórias, pra não depender de ninguém e classificar para a próxima fase.
Quinta rodada. Jogo crucial. Flamengo entra em campo no Equador, necessitando ao menos empatar pra não complicar sua vida. O time joga bem no início, abre 2 a 1, mas passa o segundo tempo inteiro tomando pressão. (30 bolas na área) e toma mais uma virada. Mais uma derrota.
Bem, amigos. Como vocês puderam perceber ou se ainda não perceberam, não é a Anita que está fazendo esse pré-jogo de hoje. Sou eu, Germano.
Tentei fazer uma análise sucinta de toda a participação do Flamengo nessa Libertadores até então. Sei que não chego nem perto da qualidade dos textos da nossa amiga. Mas vim aqui contribuir já que ela não está podendo fazê-lo no momento.
Como eu falei no começo do post, o jogo de hoje tem que ser tratado como uma guerra. Porque realmente vai ser. A situação não vai ser fácil. Pelo lado do futebol nas 4 linhas, não será impossível acontecer a combinação que nos classificará. 1 vitória simples por 1 a 0, ou qualquer outro placar e um empate de qualquer outro placar (0 a 0, 1 a 1 e assim por diante) entre Olimpia e Emelec.
Situação pelo lado da razão, não é desesperadora, mas tente falar isso pro seu coração na hora do jogo, ou até mesmo agora, pros mais apaixonados pelo Flamengo. Eu por exemplo, não dormi direito pensando nesse jogo. E desde que acordei, estou tenso e muito nervoso pensando no que poderá acontecer.
Não quero sair dessa Libertadores novamente. Não quero esperar mais 9 meses pra voltar a disputá-la. Quero vencer e que seja agora. Porque acho que ninguém aguenta mais comemorar 30, 31, 32 anos da conquista da nossa última e única Libertadores da América. Ainda com Zico.
Só espero São Judas Tadeu nos ajude. Faça com que vençamos o Lanús e que Olimpia e Emelec segurem um empate lá no Paraguai.
Abaixo, trago a ficha técnica do jogo pra vocês:
Local: Engenhão. (Rio de Janeiro)
Hora: 19:30(Brasília)
Árbitro: Wilmar Roldan (Colômbia)
Assistente: Abraham Gonzalez e Wilson Berrio. (Também da Colômbia)
Provável escalação do Flamengo: Felipe; Léo Moura, Welinton, González, Júnior César; Willians, Muralha e Bottinelli; Deivid, Vágner Love e Ronaldinho. Técnico: Joel Santana.
Provável escalação do Lanús: Marchesin; Araujo, Goltz, Braghieri e Balbi; Fritzler, Pizarro, Valeri, Camoranesi (Pereyra); Regueiro e Pavone. Técnico: Gabriel Schurrer.
Transmissão: Fox Sports.
E se preparem, amigos. Porque o negócio vai ser foda hoje!

Twitter: @43germano

Siga-nos no Twitter: @blogserflamengo

Curta a nossa Fanpage no Facebook: Blog ser Flamengo

Comentários