Presidente da comissão dos direitos humanos da ALERJ diz que tentou aproximação com o clube, mas não obteve resposta

Na “CPI dos Incêndios”, ocorrida nesta sexta (07), a deputada Renata Souza (PSOL), presidente da comissão dos diretos humanos da ALERJ, revelou que tentou contato com a diretoria do Flamengo para uma aproximação por conta da tragédia do Ninho do Urubu, porém, não obteve qualquer resposta.

Nós tentamos uma aproximação com a direção do clube, mas infelizmente não obtivemos respostas e sendo presidente da comissão dos direitos humanos, estava esperando que esse fosse o momento fundamental e marcante com respeito que todo o Estado do Rio de Janeiro deve ter sim, a essa casa de leis“, disse.

LEIA MAIS:

Em seguida, a deputada repudiou a ausência de respostas da diretoria do Fla: “Dizer aqui do meu total repúdio com a negligência que foi dada aos pedidos da comissão de direitos humanos da ALERJ e também deixar aqui a minha solidariedade aos familiares das vítimas desse incidente absurdo que poderia ter sido evitado“.

Confira a declaração na íntegra da deputada Renata Souza:

VIDEO-DOCUMENTÁRIO: O NINHO DO URUBU: DO TERRENO AO LUXO E À TRAGÉDIA

Foto: Reprodução/TV ALERJ

Por Tulio Rodrigues (@PoetaTulio)

+ Siga o Blog Ser Flamengo no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Dailymotion

Comentários