Ronaldo Angelim, o Ronaldo Rubro-Negro

 Há jogadores que não precisam do brilho individual para ser ídolo. há jogadores que não precisam de ser maior que a agremiação no qual defendem. Há jogadores que o seu brilho e o seu prazer só reluzem quando o brilho é coletivo, é do todo, é de uma Nação! Um desses jogadores se chama Ronaldo Simões Angelim. Para os mais íntimos, Ronaldo Angelim!

Ronaldo Angelim não é craque, mas jogador como ele só aparece de tempos em tempos como os craques, os gênios… Ver Ronaldo Angelim com o Manto Sagrado é de uma honra impar! Ronaldo Angelim é do tipo de jogador que joga para o Flamengo, torce pelo Flamengo e preza pela humildade! Ronaldo Angelim proporcionou em 2009 uma emoção inesquecível a quarenta milhões de Rubro-Negros que estava havia dezessete anos com um grito engasgado de Campeão Brasileiro.

Ronaldo Angelim chegou ao Flamengo em 2006. Conquistou a Copa do Brasil, mas sempre foi muito questionado pela torcida e pela imprensa. Mesmo com a conquista do titulo nacional, o que não ocorria há quatorze anos, desde o Brasileiro de 1992, o Clube fez pífia campanha no Campeonato Brasileiro daquele ano. O time do Flamengo era comandado por Ney Franco que trouxe diversos jogadores mineiros, formando a famosa “Republica Pão de Queijo”.

Angelim ficou para a temporada de 2007. Iríamos disputar a Libertadores. O Flamengo foi eliminado nas oitavas de final da competição, mas venceu o Estadual em cima do Botafogo. Ronaldo Angelim era titular. No Campeonato Brasileiro, nova decepção. O time inicia com uma campanha horrível, chegando a figurar na penúltima colocação. Sai Ney Franco, chega Joel e Angelim forma com Fábio Luciano uma das melhores duplas de zaga dos últimos anos. Quem não se lembra da arrancada que culminou com o terceiro lugar e a vaga da Libertadores de 2008?

O ano de 2008 foi mais um ano razoável para o Flamengo. Mesmo com a conquista do Bicampeonato Carioca com direito a gol de Ronaldo Angelim na semifinal da Taça Rio, o Fla novamente não passou das oitavas de final da Libertadores novamente. No Brasileiro após um inicio arrasador, o Flamengo não passou de um quinto e amargo lugar, ficando fora até da Libertadores.

O ano de 2009 foi marcado de conquistas e superações tanto para o Flamengo quanto para Ronaldo Angelim. O Flamengo após ser eliminado na semifinal da Taça Guanabara pelo Resende faz uma boa Taça Rio e conquista pelo terceiro ano seguido o Campeonato Carioca em cima do Botafogo. Era o Penta-Tri e o fim de uma grande dupla de zaga. Fábio Luciano se aposenta e leva o companheiro Angelim às lagrimas ao afirmas que o Capitão foi o seu melhor parceiro em toda carreira.

Na continuidade do ano de 2009, o Flamengo é eliminado da Copa do Brasil e começa mais uma vez o Campeonato Brasileiro de forma horrorosa mesmo com a volta do Imperador Adriano. Com a chegada de Andrade, após Cuca ser demitido, o Flamengo sai do décimo quarto lugar e passa a brigar pela ponta. No último jogo do Campeonato Brasileiro contra o Grêmio, todos esperavam que o protagonista fosse Petkovic ou Adriano, mas um Ronaldo, um tal de Ronaldo Angelim resolve brilhar mais do que sua própria humildade pudesse imaginar. Após escanteio cobrado por Petkovic, Ronaldo Angelim faz de cabeça o gol mais importante dos últimos dezessete anos. Era o gol do Hexa. Ronaldo Angelim foi responsável por minhas lágrimas de pura felicidade. Ainda me lembro como se fosse hoje o momento daquele gol e de como comemorei como nunca aquela conquista.

Os anos de 2010 e 2011 não foram tão bons para Ronaldo Angelim, mas independente disso, depois daquele gol, Angelim nunca mais sairá de nossa memória, da história do Flamengo e com certeza será ídolo eternamente dessa Nação.

Ronaldo Angelim ao longo desses anos pelo Flamengo disputou duzentos e oitenta e quatro partidas e marcou dezessete gols com o Manto Sagrado. Conquistou dois títulos nacionais e quatro títulos cariocas. Lindo currículo, linda história que jamais será apagada. Uma trajetória de conquistas difícil de serem alcançadas com o Manto Sagrado.

Não sei se o Ronaldo Angelim um dia vai ler o que escrevi aqui, mas quero ressaltar a minha homenagem a esse autêntico Rubro-Negro e que com certeza merece todo o carinho, reconhecimento e gratidão.

Quero terminar este texto com as palavras do Ronaldo Angelim por ocasião do título Carioca de 2009: “Eu sou Flamengo de coração! Eu quero ver o melhor para o Flamengo! Independente de qualquer coisa, eu quero que o Flamengo vença, eu não tenho vaidade comigo, minha vaidade é o Flamengo ganhar! O Flamengo ganhando, pronto, é a minha vaidade!” Ronaldo Angelim.

Twitter: @PoetaTulio

Blog Ser Flamengo no Twitter: @BlogSerFlamengo
Página do Blog Ser Flamengo no Facebook: Blog Ser Flamengo
Blog Ser Flamengo no Instagram: instagram.com/blogserflamengo
Blog Ser Flamengo no YouTube: youtube.com/blogserflamengo

Comentários