São Paulo 1 x 2 Flamengo – Campeonato Brasileiro

Em dia de estreia de mais um viado na turma dos viados, o Urubu voou baixo na terra da garoa e trouxe mais 3 pontos na bagagem e a esperança vivíssima de mais um título brasileiro pra sua história.

Flamengo veio num 4-4-2 com: Felipe; Galhardo, Alex Silva, Welinton, Júnior César; Willians, Aírton, Renato Abreu, Thiago Neves; Ronaldinho, Deivid.

São Paulo veio num 4-4-2 (eu acho) com: Rogério Ceni; Wellington, João Felipe, Rhodolfo, Juan; Denilson, Casemiro, Cícero, Lucas; Dagoberto, Luís Fabiano.

Estatísticas da Partida:

Gols: Thiago Neves, Renato Abreu (Flamengo). Dagoberto (São Paulo).

Cartões Amarelos: Wellington, Denilson, Lucas (2), Dagoberto (São Paulo). Aírton, Willians (2) (Flamengo).

Arbitragem: Fabrício Neves Correa.

Análise do Germano:

Jogo começou com cautela das tuas partes. Só que, mais do Flamengo que dos viados. Os primeiros 10 minutos ou 15 minutos de jogo foram totalmente de cautela de ambos os lados. Talvez, cansado de esperar alguma coisa do seu meio-campo, Luís Fabiano recuou e foi buscar jogo. Na primeira chance, quase abre o placar, só não o fez porque Alex Silva tirou praticamente em cima da linha sua finalização.

10 minutos depois, Felipe faz linda defesa depois de ótima cobrança de falta de Rogério Ceni. Mesmo recuado, o Flamengo quando se lançou ao ataque, soube explorar seus pontos fortes. Duas ótimas chances saíram dos pés de Ronaldinho. Na primeira, ele descola bom lançamento pra Deivid só tirar de Rogério Ceni. Pena que a bola passou do lado da trave. Na segunda oportunidade, aos 45 do primeiro tempo, Thiago Neves cabeceia na pequena área. Mas além de Ceni pegar, o zagueiro Rhodolfo afastou.

Fim de primeira etapa, almas pro vestiário.

Na volta pro segundo tempo, um verdadeiro show de ótimas defesas. Aos 4 minutos, o estreante Luís Fabiano gira sobre um marcador e solta a bomba, defendida por Felipe. Logo depois, Deivid recebe livre dentro da pequena área, cabeceia, mas Ceni pega mais uma vez. Essa ninguém podia xingar o Deivid.

Aos 9 minutos, Lucas é expulso após entrada em Willians. Aos 14 minutos do segundo tempo, Luís Fabiano sai para a entrada de Carlinhos Paraíba.

Sem seu principal trunfo, os viados passaram a sentir a pressão em sua retaguarda (que convenhamos, é sempre ‘visitada’ haha).

Verdade é que Ceni ainda salvou os viado de um vexame maior. Defendeu mais um chute de Thiago Neves e uma cabeçada de Deivid. Depois disso.. Nada mais pôde ser feito. Júnior César cruza da esquerda, Thiago Neves chega cabeceando, mandando pro fundo do gol, fazendo a festa da nação que ali estava e calando a boca dos viados que ali estavam presentes. 1 a 0 Flamengo.

Totalmente perdido em campo, aos 24 (huuum) veio a salvação pra eles. Willians em lance muito duvidoso recebe o segundo amarelo e é expulso. Logo em seguida, Adilson ouviu o apelo da massa que gosta de homem, e pôs Rivaldo. E até que ajudou um pouco. Aos 33 minutos, Dagoberto acerta um belíssimo chute de fora da área e empata o jogo. 1 a 1. Na comemoração tirou a camisa, mostrou os seios e com isso foi advertido com cartão amarelo.

E na saída de bola, o mesmo Dagoberto fez falta em Galhardo por atrás. Só não foi expulso também porque o árbitro não quis marcar.

E aos 39 veio o presente pra nação mais linda desse mundo. Renato Abreu que já vinha tentando várias vezes durante todo o jogo, dessa vez, achou espaço e mandou um de seus foguetes. Podia ir pra fora, não sei. Mas contou com a sorte em desviar na perna de Carlinhos Paraíba e cutucar o fundo do gol dos viados. 2 x 1 Flamengo.

Depois desse gol, Flamengo se segurou, no abafa e o São Paulo, o pouco que tentou, não conseguiu empatar. Fim de papo. Viados 1 x 2 Flamengo.

É isso, nação. Muita gente tava com medo do bom jogador que é o Luís Fabiano. Apenas bom jogador. Não o acho craque. E vocês viram que não precisa ter medo de time nenhum desse mundo, mesmo jogando fora de casa. Podemos vencer. O negócio é só se impor. E foi isso que o Flamengo fez. Tudo bem que foi na base do medo, mas se impôs e venceu. Vitória essa que dá uma moral daquelas pro resto do campeonato. Nada melhor que uma vitória como essa, pra ‘abafar’ uma crise interna que estamos vivendo nesse momento dentro do clube. E que os bons, ótimos ares tenham voltado a reinar. E que nossa arrancada pro HEPTA tenha tido início. Próximo domingo é o Fluminense, outro concorrente pelo título. Obrigado a vocês e até lá se Deus quiser. Rumo ao HEPTA. Porque podemos e merecemos.

SRN

Gols da partida

Twitter: @Germano_CRF

Siga-nos no Twitter: @blogserflamengo

Curta a nossa Fanpage no Facebook: Blog Ser Flamengo

Perfil no Facebook: Ser Flamengo

Comentários