Um bom início para Oswaldo de Oliveira.

A estreia de Oswaldo de Oliveira no comando do Flamengo poderia ter sido ainda melhor. Mas serviu para deixar o torcedor esperançoso quanto ao futuro do time no resto do ano. Do time montado por Cristóvão Borges, Oswaldo mudou apenas a lateral esquerda. Éverton atuou no lugar de Jorge. E a postura do time recém-derrotado pelo Vasco, foi de time que quer brigar na parte de cima da tabela, de time grande como é o Flamengo.

Uma pena que para isso acontecer, o torcedor teve que ver o time sofrer um gol, mais um de bola parada. Aos 35 do primeiro tempo, Carlinhos cobrava escanteio na direita. Pato avisou que queria a bola no segundo pau, mostrou, gritou e só não desenhou porque não tinha papel. Ainda assim, Pará que o marcava, saiu. Samir não chegou firme, César falhou e a conjunção de erros deu espaço para o São Paulo abrir o placar com Luís Eduardo.

O gol veio num momento que o São Paulo não conseguia ter domínio do jogo. Pelos desfalques e pelos seguido erros de posicionamento – mesmo recuado. O Flamengo àquela altura já jogava bem, mas sempre pecando na finalização.

O que não ocorreu aos 32, quando César despachou a bola de sua área, Thiago Mendes tentou recuar de cabeça para Renan Ribeiro e tocou fraco. Ederson adiantou-se e tocou na saída do goleiro, empatando o jogo.

O Flamengo voltou o mesmo ao segundo tempo e logo no primeiro minuto, Guerrero já aparecia na área finalizando de esquerda e fazendo Renan Ribeiro trabalhar novamente.

Mas a má-fase de Guerrero precisava ir embora. E de tanto tentar, aos 3 do segundo tempo, veio o presente. Contando com mais um recuo errado da defesa do São Paulo, dessa vez Guerrero aproveitou e tocou na saída de Renan Ribeiro.

Virada confirmada e o Flamengo continuou firme em busca de uma vitória maior. Aos 22 do segundo tempo, Ederson saiu e deu lugar a Paulinho, que enfim entrou bem e novamente surge a esperança de que ele reencontre aquele futebol que o consagrou em 2013.

Já nos acréscimos, o São Paulo teve uma falta perto da grande área. Sem Rogério Ceni, a vida ficou difícil e Carlinhos jogou por cima.

Oswaldo de Oliveira inicia seu trabalho exatamente no início do segundo turno do Campeonato Brasileiro. Com vitória, alcançando os 26 pontos e aos poucos sabendo onde está pisando para que possa avançar em seu trabalho. Na quarta, terá a missão de vencer o Vasco e levar o Flamengo às quartas de final da Copa do Brasil.

Ficha técnica

Flamengo 2 x 1 São Paulo

Campeonato Brasileiro, 20ª rodada

Local: Estádio Maracanã, Rio de Janeiro

Data: 23 de agosto de 2015 (domingo)

Árbitro: Anderson Daronco

Assistentes: Fabrício Vilarinho e Fábio Pereira

Cartões amarelos: Wallace, Éverton, Canteros e Alan Patrick(Flamengo); Bruno e Thiago Mendes(São Paulo)

Flamengo: César; Pará, Samir, Wallace e Éverton; Márcio Araújo, Canteros, Alan Patrick, Emerson e Ederson; Guerrero. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

São Paulo: Renan Ribeiro; Bruno, Lucão, Luiz Eduardo e Michel Bastos; Rodrigo Caio, Thiago Mendes e Hudson; Carlinhos, Centúrion e Alexandre Pato. Técnico: Juan Carlos Osorio.

Twitter: @43Germano

Blog Ser Flamengo no Twitter: @BlogSerFlamengo
Página do Blog Ser Flamengo no Facebook: Blog Ser Flamengo
Blog Ser Flamengo no Instagram: instagram.com/blogserflamengo
Blog Ser Flamengo no YouTube: youtube.com/blogserflamengo

Comentários

2 Comments

  • Cervante Ribeiro 24 de agosto de 2015 at 19:27

    Boa Germano…

    Reply
  • Frank 3 de novembro de 2015 at 20:24

    O flamengo já colocou vários jogadores na posição de MEIA e não aprovou ninguém. Portanto chegou a hora de avlaiar o jovem JORGE (lateral) na posição de MEIA de criação ele tem todo o perfil de um bom armador. Eu acredito….

    Reply

Leave a Comment