Um clássico sem sal.

Talvez se a empolgação das torcidas refletisse em mais qualidade ao jogo, teríamos hoje uma digna semifinal – embora que o campeonato não tenha mais o mesmo brilho de outrora. Comparando os dois times, o Flamengo hoje tem melhores peças. Porém, pecou em vários pequenos pontos e deixou de sair vencedor desta primeira semifinal. E não só perdeu essa chance como, por pouco e graças a Paulo Victor, não saiu derrotado.

O Vasco parecia não ter um padrão de jogo. Tanto que só atacava pela direita. Mas levava sorte, pois conseguia chegar, mesmo com suas nítidas carências de elenco. O Flamengo simplesmente não produzia e passou o jogo inteiro forçando jogadas ofensivas. Era um, dois, três toques e a tentativa quase que desesperada de achar de qualquer jeito Cirino ou Alecsandro na frente.

A verdade é que ambos os times não fizeram um bom jogo. Muitas faltas, arbitragem que não se impunha em campo e a insistência de ambos em jogadas aéreas. Talvez o único que tentava colocar a bola no chão era Canteros, pelo Flamengo. Mas no momento de cobrar uma falta, jogava a bola na área, de qualquer jeito e só torcia pra alguém chegar e empurra-la para o gol. E o futebol não é assim, nem nunca vai ser.

Wallace, Pico, Everton, Jonas, Paulinho e Cirino. Todos pendurados por faltas desnecessárias. A mais gritante, de Jonas. Que obrigou Luxemburgo, ainda no primeiro tempo a colocar Everton em seu lugar.

Mas deixando os cartões de lado e o péssimo jogo que ambos fizeram, Paulo Victor livrou-nos da penalidade maior que seria iniciar a semifinal atrás no placar.

Arthur Maia, Canteros, Paulinho e Everton retornaram e “são” a boa notícia da semana. É aguardar que voltem ao ritmo e tenham sequencia. Pois sobra qualidade aos quatro.

Será uma semana sem Copa do Brasil e com a segunda semifinal no domingo. Um bom período para treinar e corrigir os erros pontuais, que deixaram de abrilhantar o jogo desta tarde.

Ficha técnica da partida

Vasco: Martín Silva; Madson, Rodrigo, Luan e Christiano; Guiñazu, Serginho, Julio dos Santos(Bernardo) e Marcinho(Dagoberto); Yago(Rafael Silva) e Gilberto. Técnico: Doriva.

Flamengo: Paulo Victor; Pará, Bressan, Wallace e Anderson Pico; Jonas(Everton), Márcio Araújo, Canteros e Gabriel(Arthur Maia); Alecsandro(Paulinho) e Marcelo Cirino. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro.

Arbitragem: João Batista de Arruda, Wagner de Almeida Santos e Jackson Lourenço dos Santos.

Twitter: @43Germano

Blog Ser Flamengo no Twitter: @BlogSerFlamengo
Página do Blog Ser Flamengo no Facebook: Blog Ser Flamengo
Blog Ser Flamengo no Instagram: instagram.com/blogserflamengo

Comentários

No Comments

Leave a Comment