Uniformes do Flamengo ao longo do tempo

Blog Ser Flamengo
Neste post, mostro a vocês a evolução do Manto Sagrado ao longo dos anos e seus modelos. Claro que priorizo os Mantos Rubro-Negros, mas nada impede de mais para frente trazer uma postagem parecida com os uniformes número dois e até do numero três. Mas se liguem aí e digam qual modelo vocês mais gostam. Confiram:

Papagaio de Vintém
Foi o primeiro uniforme utilizado no futebol, no jogo de estréia, o Flamengo vanceu o Mangueira por 16 a 2. Este uniforme durou até o jogo de 15/11/1913, Flamengo 1 x 0 América. Em 1995 foi relançada para homenagear o centenário do clube, porém somente utilizada em amistosos e neste ano apenas.
Cobra Coral
 
As cores da camisa eram iguais as da Alemanha que na época (final do ano de 1913) já era inimiga pública mundial. Sendo assim esta camisa também não durou muito tempo e em 28/05/1916 na derrota para o Bangu por 3×2 foi utilizada pela ultima vez.
A primeira camisa Rubro-Negra
 
O primeiro modelo da camisa rubro-negra foi criado em 04/06/1916 e durou até meados dos final dos anos setenta . A camisa foi usada nas conquistas dos três tricampeonatos estaduais 42-43-44/53-54-55/78-79-79 Especial).
Nova camisa Rubro-Negra
 
O modelo da camisa rubro-negra com as listras mais largas foi criada em 1980 e o CRF foi redesenhado. As três estrelas verticais em referência aos três tricampeonatos estaduais 42-43-44/53-54-55/78-79-79Especial) são adotadas no segundo semestre de 1980.
A camisa do primeiro patrocínio
 
Modelo da camisa rubro-negra, criado em 08/04/1984 no jogo Flamengo 3×0 América RJ, a novidade é o patrocínio, algo até então inédito no Brasil e usado até 1992, ano do pentacampeonato Brasileiro.
O primeiro Manto com a logo da CBF
 
Modelo de 1993, o primeiro modelo da Umbro com a logo da CBF na manga em alusão a Conquista do Campeonato Brasileiro em 1992. A camisa tinha as listras um pouco mais finas do que de anos anteriores.
 
 
Camisa do Centenário
 
Camisa usada no ano do Centenário do Flamengo em 1995. Seguindo o modelo de 1993, as listras eram mais finas e o vermelho predominava. Na manga da camisa tinha a logo FLA100 em alusão aos 100 anos do Flamengo naquele ano.
 
  
 
Modelo de 1996
  
Modelo usado em 1996. A camisa tinha o escudo tradicional do clube e a palavra Flamengo como uma espécie de marca d’água. A blusa trazia também no peito a marca BR da Petrobrás.
 
 
  
 

Modelo de 1998

Modelo usado em 1998. A novidade fica por conta do CRF dentro de um círculo e uma faixa branca abaixo da gola. As listras pretas são finas e as vermelhas mais grossas.

Última camisa da Umbro
 
Último modelo feito pela Umbro que foi usado nos anos de 1999 e no primeiro semestre do ano 2000. Com essa camisa o Flamengo conquistou o Bi Carioca em cima do Vasco. As listras são mais largas.
 
 
  

Camisa do Tri Carioca em 2001

Primeiro modelo feito pela Nike e usado no segundo semestre de 2000 a 2001. Com essa camisa, o Flamengo conquistou o seu quarto Tri Carioca. A novidade da camisa fica por conta da saída do CRF e a inclusão do escudo tradicional do Clube. A logo BR passa para as mangas da camisa.

Modelo Campeão da Copa dos Campeões 
 
Modelo utilizado no segundo semestre de 2001 a 2002. A camisa trazia acima do escudo, quatro estrelas brancas em alusão ao Tetra tri Carioca e uma estrela dourada em alusão ao mundial de 1981. Com esse modelo, o Flamengo foi campeão da Copa dos Campões.

 

 
Modelo de 2005/2006
 
Modelo utilizado no segundo semestre de 2005 e primeiro semestre de 2006.  A camisa tem o contorno preto. A novidade fica por conta da volta do CRF ao invés do escudo de anos anteriores.
 
Modelo de 2006
 
Modelo lançado em 2006. A única diferença do modelo anterior são as cores que foram invertidas. A camisa tem o contorno vermelho. Esse modelo sofreu variações no patrocínio como vamos ver a seguir.
 
 
 
Mudança no patrocínio
 
Camisa também usada em 2006. O modelo é o mesmo, mas saindo pela primeira vez da camisa o patrocínio Lubrax e estampando agora o Cartão Petrobrás.
 
  
 
 
Camisa Bi Campeã da Copa do Brasil em 2006
 
O mesmo modelo anterior, porém volta o patrocínio Lubrax e manga direita recebe a logo Podium e a esquerda o Cartão Petrobrás. Com essa camisa o Flamengo se sagrou Bi-Campeão da Copa do Brasil em 2006.
 
  
 
Modelo Campeão Carioca de 2007
 
Modelo utilizado a partir do segundo semestre de 2006 e foi utilizado até o início do segundo semestre de 2007. Com esse modelo o Flamengo conquistou o título Carioca de 2007.
 
 
  
 
Camisa da arrancada no Brasileiro de 2007
 
Camisa lançada no segundo semestre de 2007. A camisa faz alusão a 1981 com listras mais grossas. Com essa camisa o Flamengo deu a arrancada para o terceiro lugar no Brasileiro daquele ano.
 
  
 

Camisa usada na Libertadores 2008

Com o mesmo modelo de 2007 que foi usado até o fim do primeiro semestre de 2008. O Flamengo disputou a Libertadores com essa camisa. As novidades ficam por conta da numeração na frente, abaixo do patrocínio Cartão Petrobrás que está um pouco maior em relação ao ano anterior.

  

Primeira camisa da Olympikus em 2008

Essa camisa foi fabricada pela Olympikus. Idêntica ao modelo da Nike 2007/2008. Como havia um imbróglio judicial com a Nike na justiça, a empresa brasileira para se  resguardar colocou três interrogações ao invés de sua logo no lugar da Nike. O Flamengo disputou algumas partidas com ela até a Nike vencer a liminar do Clube na justiça e o Clube ser obrigado a vestir a empresa americana novamente. Outra novidade era a volta do tradicional Lubrax no patrocínio máster.

Última camisa da Nike em 2009

Último modelo fabricado pela Nike que o Flamengo vestiu no segundo semestre de 2008 até o fim do contrato em julho de 2009. Com essa camisa o Flamengo iniciou a conquista do Penta-Tri.

Camisa do Penta-Tri em 2009

Essa camisa aqui é rara. O Flamengo rompeu com a Petrobrás após vinte e quatro anos de parceria e passou a jogar com a camisa limpa. Sem nenhum patrocínio. O Flamengo conquistou o Penta-tri com essa camisa e iniciou a campanha do Hexacampeonato Brasileiro com esse raridade.

Primeira camisa oficial da Olympikus em 2009

Foi o primeiro Manto desenhado pela Olympikus e lançado ainda em 2009, no mês de julho. Como o Flamengo não tinha patrocinador máster na época, a Olympikus estampou por três meses a sua própria marca.

Camisa da conquista do HEXA

Com essa camisa o Flamengo terminou o ano de 2009 conquistando o hexacampeonato. No ombro o patrocínio da Bozzano e no lugar da Olympikus Tube, a ALE que ficou até 2009. Foi c om esse Manto que Ronaldo Angelim marcou o gol histórico sobre o Grêmio.

Modelo com o escudo da CBF em 2010

Esse foi o segundo modelo desenhado pela Olympikus. Na manga trazia pela primeira vez o patrocínio da BMG e no peito a Batavo como patrocinador máster. A camisa é bonita, mas os patrocínios em desacordo com a tradição do uniforme, esconderam um pouco a beleza.

Modelo sem escudo da CBF e sem patrocínio máster

O Flamengo chegou a fazer algumas partidas em 2011 sem o patrocínio máster até usar o endereço do site antes do lançamento do novo uniforme. Aqui fica claro a beleza da camisa.

 
Modelo lançado em 2011 sem patrocinador
 
O modelo de 2011 foi lançado sem patrocinador máster o que causou furor na torcida. O Manto trazia somente o patrocínio da BMG na manga e no lado direito do peito o selo em comemoração dos 30 anos do mundial conquistado em 1981.
 
 
Modelo de 2011 com parceria da P&G
 
Esse modelo com o patrocínio da P&G que trazia a Gillette foi usada de setembro até o fim da temporada. O patrocínio não agradou muito a torcida.
  
 
 
 
Modelo 2012. Último fabricado pela Olympikus
 
 Esse modelo marca a despedida da Olympikus como parceira do Flamengo. Também sem patrocinador máster, mas com a BMG na manga. Essa camisa sofreu diversas variações. A primeira delas é que diferente da que era vendida, a versão de jogo trazia o logotipo da UNICEF. Além disso houve as diversas mudanças como patrocinadores, endereços de promoções e divulgação do Sócio Torcedor.
 Flamengo_adidas_2013

 

Modelo 2013 – A volta da adidas ao Flamengo

Esse é um dos lançamentos mais esperados por parte da torcida e a adidas não fez por menos. Um dia antes a fornecedora de material fez um jogo de luzes na faixada da sede com detalhes do novo Manto e com a frase “O Manto Sagrado voltou”. No dia seguinte com uma grande festa o Manto 2013 foi lançado em uma grande festa com direito a show de Jorge Ben Jor.

Flamengo_adidas_2014

Modelo 2014 – Lançamento global

Para o lançamento desse Manto Sagrado, a adidas escolheu um torcedor e o levou a Europa. Bruno Nin foi responsável por fazer o lançamento global da camisa. Essa foi a primeira campanha a nível mundial feita pela adidas com o Flamengo como Top Five da empresa.

Flamengo_adidas_2015Modelo 2015 – Lançamento no Porta dos Fundos

O Manto atual já caiu no gosto da torcida por ser vendido sem os patrocínios. Diferente do modelo anterior.  O lançamento desse Manto ficou a cargo de um vídeo do Canal Porta dos Fundos

 

Twitter: @PoetaTulio

Blog Ser Flamengo no Twitter: @BlogSerFlamengo
Página do Blog Ser Flamengo no Facebook: Blog Ser Flamengo
Blog Ser Flamengo no Instagram: instagram.com/blogserflamengo
Blog Ser Flamengo no YouTube: youtube.com/blogserflamengo

Comentários

9 Comments

  • Top 10 Blog Ser Flamengo: Os posts mais lidos de 2014 | Blog Ser Flamengo 2 de janeiro de 2015 at 07:11

    […] Para ler o post: http://blogserflamengo.com/2013/04/29/uniformes-do-flamengo-ao-longo-do-tempo/ […]

    Reply
  • Top 10 Blog Ser Flamengo: Os posts mais lidos de 2015 | Blog Ser Flamengo 3 de janeiro de 2016 at 07:02

    […] Para ler o post: blogserflamengo.com/2015/06/23/uniformes-do-flamengo-ao-longo-do-tempo/ […]

    Reply
  • Robson 12 de janeiro de 2016 at 06:53

    Faltou a do jogo de estreia do ronaldinho gaúcho no Flamengo. A da visanet

    Reply
    • tuliorodrigues 12 de janeiro de 2016 at 12:22

      Robson, aquela camisa com o patrocínio da visa foi pontual. Procuramos por no post as camisas usadas por mais tempo.

      Reply
  • Danillo 18 de janeiro de 2016 at 16:33

    Cara, brilhante trabalho.
    Muito bom ver a história do manto.
    Parabéns!

    Reply
  • Artur 28 de janeiro de 2016 at 13:24

    Na minha opinião, a camisa mais bonita ainda é a reedição da papagaio de vintém, que foi lançada em 2015.

    Reply
  • alexandre 21 de setembro de 2016 at 14:05

    Parabéns pela material. Faltou a Tabajara?

    Reply
    • tuliorodrigues 21 de setembro de 2016 at 14:13

      Bom que gostou, Alexandre. Essa lista é só com as camisas Rubro-Negras. SRN!

      Reply
  • Marcelo 26 de outubro de 2016 at 16:23

    Podiam fazer também sobre as terceiras e segundas camisas, sensacional o trabalho

    Reply

Leave a Comment