Zico diz que vaidade dos dirigentes prejudicou a Copa União de 87

Em entrevista ao programa de Rádio “Esporte Catedral”, comandado por Vivi Mariano e João Oliveira, ao ser questionado sobre a Copa União de 87, o Campeonato Brasileiro organizado pelos clubes e vencido pelo Flamengo, Zico disse que um dos maiores motivos que culminou com uma das maiores discussões do futebol brasileiro e a não continuidade da Copa União foi a vaidade dos dirigentes.

– (…) como foi o Flamengo (o campeão)… O Flamengo é um clube que quem é Flamengo é a favor e quem não é, é contra. Acho que se o Internacional tivesse ganho, eu acho que aquele projeto seguiria do Clube dos 13. Como foi o Flamengo, muitos estiveram do lado da CBF que não aceitou aquele campeonato como o verdadeiro campeonato da primeira divisão por causa de brigas pessoais, questão de poder, o Ricardo Teixeira com o Marcio Braga e o que aconteceu, a CBF não reconheceu o Flamengo. Que se dane a CBF! -, disse Zico.

Zico ainda complementou – Nada contra o Sport, mas o Sport jogou uma divisão que não era a principal e chegou numa disputa de final até meio estranha de pênaltis que ninguém viu e botou gente lá no campo dando WO do ano seguinte, isso foi uma vergonha pro futebol brasileiro porque os clubes da primeira divisão acabaram que não disputaram a Libertadores do ano seguinte que deveria ser Flamengo e Internacional. Então, é o que eu te digo, essa vaidade, esse poder, ele muda as pessoas, as pessoas acabam que por problemas pessoais, fazendo mal ao futebol -.

Veja a primeira parte do programa

Tulio Rodrigues (@PoetaTulio)

+ Siga o Blog Ser Flamengo no Twitter, no Instagram, no Facebook e no Youtube.

Comentários