Mídias independentes do Flamengo farão debates com candidatos a presidente

As eleições presidenciais do Flamengo ocorrem no mês de dezembro, e os candidatos ao cargo mais alto do clube da Gávea já iniciaram suas respectivas campanhas. Em meio a isso, o Coluna do Flamengo e o Blog Ser Flamengo colocam frente a frente os três concorrentes – Ricardo Lomba, Rodolfo Landim e Marcelo Vargas -, promovendo o principal debate relacionado ao processo eleitoral do clube.

O debate está marcado para o dia 26 de outubro, no Hotel Windsor, situado na Barra da Tijuca. Além dos responsáveis pela organização do debate, o FlaNação e a JJ Invest são colaboradores para que haja a realização do evento.

QUEM SÃO OS CANDIDATOS:

Ricardo Lomba – Atual vice-presidente de futebol do Flamengo, Lomba é o indicado de Eduardo Bandeira de Mello para a presidência do clube. Dentre suas principais propostas de campanha, ele garante investimento no Centro de Inteligência de Mercado, para garantir uma melhor captação de talentos, e também fala sobre construção de estádio próprio.

Rodolfo Landim – Ex-aliado de Eduardo Bandeira, Landim conta com o apoio de dirigentes que estiveram ligados à atual gestão, como é o caso de Claudio Pracownik, que era vice-presidente de finanças. Assim como Lomba, Landim traz a ideia da construção de estádio para o clube da Gávea e fala também sobre melhorar a representatividade do Fla em entidades como CBF e Conmebol.

Marcelo Vargas – Advogado e ex-membro da Torcida Jovem do Flamengo, é presidente do Clube Copaleme. Em 2015, Vargas foi candidato de Cacau Cotta para a Assembleia Geral do clube e agora tenta, pela primeira vez, assumir o comando do Rubro-Negro. Entre suas principais ideias, estão a redução do preço do preço dos ingressos e mais benefícios para sócios-torcedores.

Candidatos à presidência do Flamengo: Marcelo Vargas, Ricardo Lomba e Rodolfo Landim, da esquerda para direita.

Vídeos do Política Flamenga:

Tulio Rodrigues (@PoetaTulio)

+ Siga o Blog Ser Flamengo no Instagram, no Facebook, no Twitter, no Youtube e no Dailymotion

Comentários