A busca pelo equilibrio financeiro

Estava ansioso para o resultado da auditoria interna contratada pela nova diretoria do Flamengo. Enfim chegou o dia de divulgar alguns dados financeiros. O principal deles era mostrar o tamanho real da divida do Flamengo e ela mostrou: R$ 750 milhões! Me assustei! Um rombo muito maior do que imaginava! 
A divida foi separada por setores: Impostos não pagos: R$ 394,8 milhões; dividas trabalhistas: R$ 184 milhões e com despesas futuras em condenações judiciais: R$ 172,9 milhões. Segundo o VP de finanças, ela é pagável, mas não em curto prazo. 
Na vida uma das maiores virtudes é o equilíbrio. Seja na vida pessoal, profissional, sentimental, financeira… Coisa que o Flamengo nunca teve em suas administrações passadas seja administrativamente e financeiramente. Isso englobando todos os setores do Clube. Na época da eleição do Flamengo, quando entrevistei os candidatos a presidente, eu sempre fazia a seguinte pergunta: Como equilibrar as finanças do Flamengo? É isso que a nova diretoria terá que buscar! Ponto!
O que essa diretoria fez na quinta-feira apresentando o que encontrou financeiramente e administrativamente é inédito no Clube e talvez no Brasil inteiro. Sempre defendi isso; essa honestidade perante os sócios e a torcida. E sem querer apontar culpados ou algo do gênero, a última diretoria fazia tudo ao contrário. Falava que salários estavam em dia quando não estavam, que pagavam dividas atrasadas de gestões anteriores e a verdade sempre apontava outros caminhos. Aí não tinha como a torcida ser paciente e não criticar. É impossível apoiar quem mente para você! 
O momento é de ajudar o Clube da maneira que puder. Acho que só discursar convidando o torcedor para ser sócio torcedor é muito pouco. Deve haver incentivo que a torcida consuma todo produto com verba destinada ao Clube, vá aos jogos e etc…
A diretoria terá que ter equilíbrio para ter as finanças em dia e um time competitivo. Me parece até meio complicado isso, mas eles estão prometendo uma boa equipe já no segundo semestre para o Campeonato Brasileiro e a continuidade da Copa do Brasil. Não acredito em impulsos irresponsáveis para resultados imediatos. O discurso que vem sendo proferido não é esse! 
Achar que as coisas dariam certo num passe de mágicas é viver no mundo de Bob. Quem se lembra desse seriado? O processo será doloroso e já estamos sentindo na carne e acredito que a dor será ainda maior, porém coisas boas devem ser ressaltadas: 
Não precisamos mais ter vergonha de ter o nosso Clube como péssimo pagador a jogadores, pois os salários estão sendo mantidos em dia, obtemos as CNDs, passo importante para o crescimento do Clube em diversos setores, não somos mais devedores do Governo, a divida não está paga, mas estamos em dias com nossas responsabilidades no que diz respeito a impostos em diversas esferas. Me orgulho mesmo disso! 
Acredito que essa nova diretoria vem mudando a imagem do Flamengo no mercado, e apresentando a potenciais parceiros a credibilidade que o Flamengo não tinha e até mesmo a jogadores que se negavam a vir pro Clube alegando sermos mal pagadores. Tudo que vem sendo feito é um passo a frente mesmo que isso nos pareça tão minúsculo nos dias de hoje. 
PS.: Que a gente não perca tempo caçando culpados ou algo do gênero. Temos problemas maiores para contornar e discussões mesquinhas não nos favorecerão, não trará receita e não nos tirará desse mar de lama financeiro em que o Flamengo se encontra.

Twitter: @PoetaTulio

Sigam-nos no Twitter: @BlogSerFlamengo

Curta a nossa Fanpage no Facebook: Blog Ser Flamengo

Comentários