Frustrante Flamengo.

Três falhas individuais, três gols do Figueirense e nem um do Flamengo. Aliás, no Flamengo o que sobrou foi destempero e desleixo. Como no lance que antecedeu o segundo gol, marcado por Clayton. Desleixo no lance de Canteros, ainda no primeiro tempo, e que deu a brecha para o mesmo Clayton abriu o placar. O infeliz golpe de misericórdia veio no último minuto de jogo, com Dudu, livre, na frente de Paulo Victor e fazendo Pará querer virar goleiro, quando nem lateral ele conseguiu ser esta noite.

O objetivo do Figueirense de Hudson Coutinho era o contra-ataque. Pressão alta na saída de bola do Flamengo, mesmo que com a posse, o time catarinense não soubesse o que fazer. Como virou praxe no Flamengo de Oswaldo de Oliveira, Márcio Araújo recuava, o time tocava, invertia e ia abrindo o Figueirense. Mas não teve sucesso, o Flamengo foi inoperante. Não teve Alan Patrick em noite inspirada. E quando teve Éverton desafogando pela esquerda, logo veio o lance desnecessário e ridículo de Emerson Sheik, que força canetas, dribles e, fora de si, deixa um cotovelo na cara do adversário. Não lembro como era o Emerson do Corinthians, campeão de tudo em 2012. Mas eu sei e você sabe que nada se conquista com individualismo.

Emerson à parte, esta noite também foi do desnecessário Almir. Coisas que o Flamengo, sua dívida monstruosa do passado e um departamento de futebol ridículo, nos faz engolir. Também foi noite da ausência de Jorge. E como faz falta! Quando ele não joga, quem vai pra esquerda não sabe o que fazer com a bola, a não ser tocar de lado, tentar uma jogada e perder a posse.

Figueirense na base da vontade, fez 1 a 0. Na base da tática, fez 2 a 0. E na base da consequente frustrante partida do Flamengo, matou o rubro-negro com o terceiro gol. Eu ainda acredito em Libertadores. A rodada não acabou e, mesmo que os resultados não sejam satisfatórios, a diferença para o quarto colocado não será abissal. Mas eu quero que essa minha fé se mantenha. E pra isso, algumas coisas são necessárias: coletividade – e, sim isso é uma crítica a Emerson; vontade em chegar lá; e chega de desfalques. O 3 a 0 é vergonhoso? É. Mas se não faltassem 8 rodadas para o fim do campeonato, seria pior.

Twitter: @43Germano

Blog Ser Flamengo no Twitter: @BlogSerFlamengo
Página do Blog Ser Flamengo no Facebook: Blog Ser Flamengo
Blog Ser Flamengo no Instagram: instagram.com/blogserflamengo
Blog Ser Flamengo no YouTube: youtube.com/blogserflamengo

Comentários