Um banho de sorte

(Primeiramente, peço desculpas a todos que lerão esse post, por não ter conseguido informações para fazer a ficha técnica do jogo de hoje.)
Eu diria que o ocorrido impressionante no jogo entre Santos-AP x Flamengo, salvou meu post. O Flamengo sabia desde sábado, que necessitava jogar a vida contra o Santos, hoje, pra ir pra terceira rodada com chances de classificação às Oitavas da Copa SP.
O Santos era/é inferior ao Flamengo, sim. Só que abusou completamente disso! Até o pênalti que culminou no terceiro gol rubro-negro, ocorrer, a superioridade do Flamengo não era tamanha. Era quase que um jogo de igual pra igual com o Santos. Os 2 gols desmontaram sim o ímpeto do time Amapaense de correr atrás pra tentar ao menos um empate. Mas, como se não bastasse, Rayslan(não lembro se é esse o nome do rapaz) chutou Douglas Baggio que se encontrava caído no chão e daí a confusão começou. Teve até mão no rosto do árbitro, que expulsou o jogador que o fez.
Passada a confusão e a perda de dois jogadores do Santos(goleiro e zagueiro), o Flamengo seguiu sua toada. O primeiro tempo acabou em 5 a 0 pro Flamengo e cabia mais.
O discurso do técnico do Santos era de cautela total. Mas também de conformismo. Sabia que era quase impossível pra sua frágil equipe, voltar pro segundo tempo e reverter a situação calamitosa.
O segundo tempo até que foi menos horrível pro Santos. Em certos momentos tentou jogar na boa, com dignidade de tentar ao menos começar a fazer gols.
O passeio foi até os 7, mas devido ás chances criadas e desperdiçadas, poderia ter sido uns 10 ou 11.
O segundo tempo ainda tratou de trazer a quem via o jogo, uma cena lamentável, porém engraçada no momento do jogo.
O massagista do Santos, revoltado com o placar elástico contra sua equipe, foi expulso. E como forma de protesto, pegou uma bola, entrou no campo como se fosse jogador, foi até o gol.. e fez um gol, pro Flamengo. Óbvio que não valeu, mas em particular, acho que foi a cena mais grotesca e ousada que já vi numa partida de futebol até hoje.
No mais, posso dizer que gostei da atuação do zagueiro Adam, do Flamengo. Foi mais firme, tranquilo e preciso durante todo o jogo.
Pra terminar, preciso esclarecer duas coisas. A primeira: O Flamengo foi banhado com uma excessiva dose de sorte hoje no Benedito Teixeira. Tudo bem que o placar já marcava 2 a 0 no momento do pênalti e da confusão que irrompeu na expulsão do goleiro e do zagueiro Rayslan. Mas, se não tivesse acontecido todas essas coisas lamentáveis e grotescas, o jogo teria até sido mais disputado do que possivelmente foi.
E a segunda: Em dois jogos vistos desse time, posso até errar ao dizer isso, mas cheguei a conclusão que o mesmo não é tão qualificado como eu pensava. Não creio em título. A classificação é totalmente viável e possível. Porém o título, o terceiro de sua história na Copa SP, é quase que uma utopia.
Gostei da ousadia de Cléber Santos ao mandar a equipe num 4-3-3 totalmente ofensivo. Sim, poderia dificultar as ações defensivas contra uma equipe mais bem qualificada que o Santos, mas, ele foi ousado e banhado de sorte pelo 7 a 0 de hoje.
O próximo teste será sexta-feira contra o América-SP. Ganhando, o Flamengo irá a 7 pontos, se classifica em primeiro e deixa o time paulista dependendo da sorte pra avançar em segundo lugar.
E uma última palavra: Flamengo, parabéns por não ter sofrido um gol sequer até agora. Isso representa muito numa possível decisão de segundo lugar.
Twitter: @43Germano
Sigam-nos no Twitter: @BlogSerFlamengo
Curta a nossa Fanpage no Facebook: BlogSerFlamengo
Comentários

No Comments

Leave a Comment