Noite inesquecível!

Descrever um título do Flamengo é difícil assim como os percalços enfrentados pela equipe ao longo da campanha. Podem descrever da forma que quiserem como: improvável, impossível, complicado… Mas como sempre digo e repito: “Para o Flamengo nada é impossível!” Essas palavras derrotistas não constam em nosso vocábulo favelado.

O imponderável sempre ocorre nessas horas! Coisas que desfaz teses de matemáticos, estatísticos, mágicos, baluartes, oráculos e toda espécie de previsão precoce na análise do futebol.

Eu mesmo que não entendo nada do futebol bretão, mas amo o esporte, confesso que não acreditei. Só passei a acreditar no título após a classificação sobre o Cruzeiro ainda nas oitavas de final. Aquele foi o jogo mais difícil de toda campanha. Dali em diante, o Flamengo foi passando por cima de quem quer que fosse sem se importar com o adversário.

Gosto do ditado que “o futebol é uma caixinha de surpresas” ainda mais porque o Flamengo sempre apronta das suas com a imprensa, os adversários e conosco. Mesmo sendo competições diferentes, não falta comparação com 2009, o ano do Hexacampeonato. De desacreditados e possíveis dono de uma vaga ao rebaixamento, partimos com tudo rumo ao título do campeonato de pontos corridos mais emocionante da história. É o jeito flamengo de tornar as coisas inesquecíveis.

Time por time, o de 2009 era bem melhor. Não temos hoje um Petkovic ou Adriano, craques acima da média, mas várias coisas somaram para que a equipe campeã da Copa do Brasil 2013 fizesse com que a conquista fosse inesquecível! A volta ao Maracanã foi um fator fundamental mais a sinergia de time e torcida. Só quem esteve nesses jogos de mata-mata da Copa do Brasil no Maracanã sabe do que estou falando.

Fizemos de um time cheio de ‘inhos’ anônimos em codinomes de tons fortes e superlativos como “Brocador” e “Pitbull”. Esses jogadores têm hoje a possibilidade de se tornarem ídolos, pois uma coisa é entrar na história do Flamengo por levantar uma taça, outra é ser quase uma unanimidade no coração da torcida!

Não posso desmerecer o esforço da rapaziada mais o fator Jayme de Almeida. Pelo menos na Copa do Brasil, o time sempre foi time e aos poucos foi alçado ao posto de Flamengo. Alguns abandonaram o barco no caminho, outros se fecharam pelos que ficaram e contaram com o apoio de mais quarenta milhões de apaixonados para empurrá-los.

Esses quarenta milhões que enfrentam chuva, sol, longas esperas e não se importam com qualquer dificuldade quando o assunto é a sua maior paixão!!! Nessa quarta-feira não só a torcida foi agraciada pelo título, mas toda instituição Flamengo. É um título que traz tranquilidade, mas também responsabilidade aos jogadores, comissão técnica e diretoria!!!! Mas saibam que estamos aqui para dividir o peso e aguentar qualquer perrengue juntos porque além de amar, somos fiéis a esse amor mesmo nos momentos de dificuldades!

Obrigado Flamengo pela noite inesquecível de quarta-feira! Parabéns a nós, mortais quando só, imortais quantos juntos!!!

Flamengo sempre!!!!


Twitter: @PoetaTulio

Blog Ser Flamengo no Twitter: @BlogSerFlamengo
Página do Blog Ser Flamengo no Facebook: Blog Ser Flamengo
Blog Ser Flamengo no Instagram: instagram.com/blogserflamengo

Comentários