Grupo de apoio da candidatura de Marcelo Vargas irá pedir impeachment e afastamento imediato de Bandeira

O Grupo político “Fla Tradição e Juventude”, grupo de apoio da candidatura à presidência do Flamengo de Marcelo Vargasirá protocolar um novo pedido de impeachment contra o presidente Eduardo Bandeira de Mello. Entre os motivos, a venda de Lucas Paquetá ao Milan, uso do Flamengo na campanha para Deputado Federal e o pedido de antecipação de receitas. O grupo promete pedir o afastamento imediato via liminar do mandatário.

Confira na íntegra o comunicado do grupo:

“O grupo Fla-Tradição, liderado pelo candidato à Presidente do Flamengo, Marcelo Vargas, decidiu, na noite de ontem, solicitar abertura de processo de impeachment do presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Melo.
Motivos que entendo como óbvios:
1- Venda do Paquetá, num momento decisivo, pagando comissões fora do mercado, em contas no exterior.
2- Concorrer à deputado federal, utilizando o Flamengo em 100% da sua campanha, por um partido sem expressão, obtendo uma ridícula quantidade de votos para um presidente do Flamengo, apequenando a imagem do clube.
3- Solicitação de empréstimo bancário e antecipação de receitas, mesmo negociando as promessas do clube, evidenciando que os balancetes azuis nunca corresponderam a realidade.
4- Estar num final de uma gestão que prometeu contratar Messi e Cristiano Ronaldo mas que, na verdade, vendeu Vinícius Jr, Paquetá e Vizeu.
5- Provar que a Chapa Campeão do Mundo não conseguiu apoio de ninguém que, efetivamente, tenha construído a imagem vencedora do clube”.

Veja mais:

ENTREVISTAS/COLETIVAS E LANÇAMENTOS – ELEIÇÕES FLA 2018

Imagem: Divulgação

Tulio Rodrigues (@PoetaTulio)
+ Siga o Blog Ser Flamengo no Instagram, no Twitter, no Facebook, no Youtube e no Dailymotion.

Comentários