Situação já vivida

A última vez que o Flamengo foi à final da Copa do Brasil, em 2006, jogou contra o Vasco, na véspera do primeiro jogo da decisão daquele ano. Vitória dos mal-vestidos por 1 a 0, em 16/07/2006. Naquele ano a situação era bem parecida com a atual. O Flamengo tinha um time de médio para fraco, e na competição – igual a esse ano – o Flamengo teve três técnicos no comando, chegando a título sob à batuta de Ney Franco.
O fato coincide com o atual momento. O Flamengo ainda luta contra o rebaixamento, tem um time de médio para fraco e tem Jayme de Almeida em seu comando, após as saídas de Jorginho e Mano Menezes – este último saindo pouco após a classificação ás quartas de final.
Sabendo disso, Jayme ousou neste domingo. Mandou a campo contra o Grêmio, um time totalmente desfigurado, mas minimamente estruturado conforme o que tinha em mãos.
Para um primeiro tempo horrível e sonolento, os dois times se acertaram e voltaram ao segundo tempo acesos e fizeram o placar. Primeiro com Maxi Rodrigues, que após falha em saída de bola do Flamengo, cortou Samir e Nixon e mandou de canhota no canto direito de Paulo Victor.
Porém o Grêmio abriu o placar e chamou o Flamengo a seu campo. João Paulo numa tentativa de rara felicidade, bateu de direita – sua perna ruim –, viu a bola desviar no meio do caminho e enganar Dida, entrando no seu canto esquerdo. O Flamengo empatava num momento que era melhor, mas não era nenhum pouco seguro em sua defesa.
Tanto que Maxi, mais uma vez, resolveu. Bateu de canhota, da entrada da área e tirando de Paulo Victor. O segundo dele no jogo e o segundo do Grêmio, que de certa forma mereceu o resultado.
O destaque negativo do Flamengo foi Nixon. Jogando de cabeça baixa e sem prestar atenção ao jogo. Já o destaque positivo pode ser a entrega do Flamengo numa mínima parte do segundo tempo, quando tentava buscar seu gol a todo custo.
Neste momento, imagino Jayme um pouco confuso. Quarenta e cinco pontos garantidos, porém, duas derrotas seguidas e vendo o pelotão das costas vindo. De um lado, uma chance de título, cujo não vem desde 2006, só que a situação aquela época era diferente. Em 2006 a Copa do Brasil decidiu-se em Julho, de forma que o Flamengo venceu e teve tempo de escapar do rebaixamento sem precisar esquentar a cabeça com outra competição paralela.
É certo que todo rubro-negro tem em mente que o Flamengo não irá cair, mas é preciso que, nos próximos jogos, seja feita uma força para garantir uma vitória que seja e afastar de vez esse risco, priorizando de vez apenas esse título. É uma situação já vivida, porém com um toque de confusão no meio.

Twitter: @43Germano

Blog Ser Flamengo no Twitter: @BlogSerFlamengo
Página do Blog Ser Flamengo no Facebook: Blog Ser Flamengo
Blog Ser Flamengo no Instagram: instagram.com/blogserflamengo

Comentários

No Comments

Leave a Comment